Exclusivo: Casal preso acusado dos assaltos às agências bancárias em Miraguaí em 2017 serão trazidos ao RS

O site Portela Online ouviu com exclusividade o delegado Roberto Fagundes Audino, sobre a prisão do casal envolvido nos assaltos às agências do Banrisul e Sicredi, ocorridos no município de Miraguaí em 2017.

O delegado revelou em entrevista ao repórter Sandro Medeiros, que a prisão ocorreu após um longo período de troca de informações entre as delegacias de Miraguaí e Tenente Portela com o Centro Integrado de Operações de Fronteira do Ministério da Justiça e Segurança Pública e Polícia Federal.

Continua após as publicidades...

Receba notícias do site Portela Online pelo Whatsapp - clique aqui para entrar no grupo. Não tem mais vaga? Envie uma mensagem para (55) 99631-9327. Continua o texto...

O casal conhecido como Lampião e Maria Bonita, foi preso no município de Mundo Novo no Mato Grosso do Sul, cerca 20 Km da fronteira com o Paraguai. Após terem fugido na época, a investigação apontou que o casal chegou a passar um período no país vizinho, mas retornou ao Brasil.

A prisão ocorreu após cumprimento de mandado de busca e apreensão expedido pela comarca de Tenente Portela, onde o casal, Camila Lorenzon Gonzatto e Misael da Silva da Cruz foram presos na casa onde estavam residindo no MS. Eles utilizavam documentos falsos e foram autuados em flagrante também por este crime.

Segundo o delegado informou, após os trâmites legais o casal que estava foragido desde março de 2017, será conduzido para algum presídio no Rio Grande do Sul onde ficarão a disposição da justiça. Não haverá novas oitivas, já que no processo eles já foram indiciados.

Misael e Camila foram os mentores dos ataques às agências, inclusive trazendo bandidos de outras regiões para a efetivação do crime.

A operação da prisão também teve o apoio da PNPY (Polícia Nacional do Paraguai) BMRS, PMMS e PF de Guaira.

Deixe um comentário