Estupro seguido de homicídio de jovem índia não é descartado pela Polícia

Divulgação

A Polícia Civil segue com as investigações que apuram as circunstâncias da morte de Daiane Griá Sales, de 14 anos de idade, encontrada nesta quarta-feira, 4 de agosto, na Reserva Indígena do Guarita, em Redentora, com parte do seu corpo dilacerado

Daiane era moradora do setor de Bananeiras, em Miraguaí, e foi encontrada morta em um local de mata aberta no Setor de Estiva, sendo que somente acima da cintura o seu corpo estava intacto, abaixo somente ossos.

Continua após as publicidades...

Receba notícias do site Portela Online pelo Whatsapp - clique aqui para entrar no grupo. Não tem mais vaga? Envie uma mensagem para (55) 99631-9327.

Continua a notícia...

Em conversa por Whatsapp com a reportagem do site Portela Online o Delegado de Polícia, Vilmar Alaídes Schaefer,  não descartou nenhuma hipótese, inclusive de que possa ter ocorrido um crime de natureza sexual antes da morte da jovem, além do crime de ocultação de cadáver.

Deixe um comentário