Líder sindical confirma paralisação de caminhoneiros para domingo, em Ijuí

Foto: Reprodução/Rádio Progresso de Ijuí

Entidades e associações que representam caminhoneiros analisam a possibilidade de realizar uma paralisação nacional a partir de domingo, Dia do Motorista, que poderia crescer na segunda-feira. Líder sindical em nível de região, Carlos Alberto Dahmer, o Liti, afirma que são três pontos principais para o engajamento à mobilização: o preço do combustível, o piso mínimo do frete e o retorno da aposentadoria especial para os caminhoneiros autônomos e celetistas. A paralisação ocorre no entroncamento da BR-285 com a ERS-342.
Líder sindical confirma paralisação de caminhoneiros para domingo, em Ijuí

“Essas três questões vêm se arrastando desde 2018 quando houve a grande greve. Por isso fazemos esse chamamento de domingo para segunda, a partir da meia-noite. Hoje, quase 60% daquilo que é ganho em frete é destinado ao combustível”, afirma Dahmer.

Continua após as publicidades...

Receba notícias do site Portela Online pelo Whatsapp - clique aqui para entrar no grupo. Não tem mais vaga? Envie uma mensagem para (55) 99631-9327.

Continua a notícia...

Ainda, em entrevista à RPI, o representante sindical disse que muitos caminhoneiros abandonaram a profissão ou estão com dificuldades. “É preocupante. Há grandes transportadoras e cada vez menos caminhoneiros autônomos”

Questionado sobre se o protesto é direcionado também ao Governo do Estado, Liti afirma que sim, após um ouvinte da RPI questioná-lo sobre o ICMS em cima do combustível ser de 30%. “Não vivemos numa ilha. É necessário que se faça a parte de ambos os governos: federal e estadual”, concluiu.

Fonte: Rádio Progresso

Deixe um comentário