Dois ciclones em sequência fará o RS congelar no início da próxima semana

Foto: MetSul Meteorologia

Dois ciclones em sequência vão trazer ar polar para o Rio Grande do Sul nos próximos dias. Os dois sistemas devem atuar sobre o Atlântico Sul e os ventos mais fortes devem ocorrer na Argentina e no Uruguai. A atuação dos ciclones com o ingresso de ar mais frio vai romper a sequência de dias de temperatura acima da média que vem se registrando desde a semana passada.

O primeiro ciclone se forma entre esta quinta e a sexta-feira sobre o Atlântico, a Leste do Rio Grande do Sul, mas a uma distância relativamente grande do continente. O centro de baixa pressão ao qual está associado a frente fria que vai avançar pelo Sul do Brasil com chuva entre hoje e sexta-feira vai se aprofundar e dar origem a um ciclone extratropical em mar aberto.

Continua após as publicidades...

Receba notícias do site Portela Online pelo Whatsapp - clique aqui para entrar no grupo. Não tem mais vaga? Envie uma mensagem para (55) 99631-9327.

Continua a notícia...

Como este ciclone vai atuar a uma distância maior do continente e o ar frio que impulsionará para o Sul do país não é de grande intensidade, a expectativa é que o sistema não traga muito vento. Espera-se vento fraco e moderado com ocasionais rajadas no Leste gaúcho, sobretudo na orla.

SEGUNDO CICLONE VEM COM AR GELADO POLAR

O segundo ciclone extratropical será mais importante. Ele vai atuar inicialmente na costa da Argentina, na altura da província de Buenos Aires, e depois rumará para Nordeste no sentido da foz do Rio da Prata, passando a atuar depois a Leste do Uruguai e a Sudeste do Chuí, antes de se distanciar do continente ao rumar no sentido Leste.

Segundo ciclone atuará mais próximo do continente, vai se posicionar a Sudeste do Rio Grande do Sul e a Leste do Uruguai, e será responsável por trazer ar muito frio e com fortes rajadas de vento | MetSul

Este segundo ciclone, no fim de semana, será responsável por um reforço de ar frio com o ingresso de ar gelado no Rio Grande do Sul no fim de semana. A chegada de ar mais frio já será percebida no sábado em algumas áreas, mas na maior parte do estado gaúcho e do restante da região Sul do Brasil entre domingo e segunda-feira.

O segundo ciclone extratropical será mais profundo e ainda o ar frio que impulsionará para o Sul do Brasil de maior intensidade e com valores negativos de temperatura em 850 hPa (nível de pressão equivalente a 1.500 metros de altitude). Por isso, espera-se que o vento associado a este ciclone seja de maior intensidade.

O QUE ESPERAR DE VENTO COM O SEGUNDO CICLONE

O ar polar que chega no início da próxima semana vai vir acompanhado de vento moderado com rajadas por vezes fortes de 60 km/h a 80 km/h, principalmente no Sul e no Leste gaúcho. A temperatura baixa combinada com o vento resultará em sensação térmica baixa e de muito frio quando do momento da advecção fria.

Os ventos mais fortes associados a este ciclone ocorrerão na costa atlântica da província de Buenos Aires e no Sul e no Leste do Uruguai. O vórtice do ciclone extratropical deve ficar muito perto do Sul do Uruguai, trazendo chuva, muito frio e intenso para cidades como Montevidéu e Punta del Este.

A sensação térmica, assim, será bastante baixa e desconfortável ao ar livre no Sul uruguaio, prevendo-se ainda muita agitação das águas do Rio da Prata (oleaje) por efeito do ciclone.

MetSul Meteorologia

Deixe um comentário