Casal suspeito da morte do pai da primeira-dama de Coronel Bicaco é preso em Carazinho

Um homem e uma mulher, usuários de drogas, estão presos em flagrante após investigações da polícia civil a partir da morte de Antônio Romano Guerra, 65 anos, na madrugada desta terça-feira (29), em sua moradia na rua Coroados, em Carazinho. Ele morava com uma irmã, também idosa.

Antônio era pai da primeira-dama do município de Coronel Bicaco, Isabel Cristina Guerra.

Continua após as publicidades...

Receba notícias do site Portela Online pelo Whatsapp - clique aqui para entrar no grupo. Não tem mais vaga? Envie uma mensagem para (55) 99631-9327.

Continua a notícia...

Em entrevista para a Rádio Gazeta o delegado de polícia civil Jader Ribeiro Duarte contou que o crime teve circunstâncias muito semelhantes à outro ocorrido no ano passado em que um usuário de drogas matou e colocou fogo na casa de uma idosa moradora da rua Silva Jardim.

Em ambos os casos, conforme o delegado, usuários eram conhecidos das vítimas, pois eram ajudados por elas, e frequentavam o local ”pedindo” uma coisa ou outra.

O crime foi constatado por uma funcionária da casa do idoso ao chegar ao local nesta manhã e encontrar a casa aberta, e logo acionando a brigada militar. Assim que foi informada do ocorrido a polícia civil, comparecendo à cena do crime, constatou que foram levados dois televisores, alimentos, e que a vítima havia sido morta com objetos contundentes. ”A polícia encontrou o ferro utilizado no crime, e um pequeno botijão de gás, chamado de liquinho, ensanguentado, junto à vítima. Passamos a trabalhar com hipóteses, e soubemos que uma mulher frequentava a casa, usuária de crack, era ajudada desde jovem, ela e o companheiro mataram a vítima, subtraíram dois televisores, carne e outros alimentos, a polícia chegou a eles, que confessaram participação. O homem tem uma mordida nas mãos que teria sido feita pela vítima, na hora do enfrentamento, e um médico legista e um odontolegista foram irão atuar para comprovar a prova técnica com a arcada dentária da vítima”, informou o delegado Jader.

A polícia ouviu vários depoimentos de lugares onde o casal ofereceu os televisores, tem imagens de videomonitoramento mostrando o momento em que carregavam os objetos, e conseguiu o flagrante de ambos ainda nesta manhã.

”Fica o alerta da polícia civil principalmente para o fato de que muitas vezes a pessoa acaba permitindo o acesso à sua residência de usuários de drogas, e estes, para satisfazer a chamada fissura, perdem o controle, se tornam extremamente violentos, cometem violência para satisfazer o seu vício. Esse é um dos principais alertas que estamos repassando às pessoas: muito cuidado ao acesso de dependentes de drogas à residência, invariavelmente, o desfecho, em razão da vulnerabilidade da vítima, no caso idosos, usam violência, como no caso presente”, concluiu o delegado.

Os nomes do casal detido não foram divulgados pela polícia.

Fonte: Portal Gazeta de Carazinho

Deixe um comentário