Defesa Civil divulga relatório sobre prejuízos causados pelo temporal no RS e uma pessoa está em estado grave

Governo do RS

No município de Sagrada Família foi registrada, no sábado (26/6), tempestade que danificou 500 residências nas zonas urbana e rural, afetando 1.900 pessoas e deixando 16 desalojadas. Conforme a Defesa Civil, há quatro feridos leves e um grave. Um jovem de 29 anos estava dentro de casa quando caiu uma parede por cima dele. Teve traumatismo craniano e foi transferido para o Hospital de Caridade de Palmeira das Missões, onde está internado em estado grave.

Em Santa Maria, alagamentos afetaram 100 pessoas. Conforme dados da Defesa Civil, 23 residências foram atingidas por alagamento ou destelhadas. Ainda houve a obstrução de vias públicas.

Continua após as publicidades...

Receba notícias do site Portela Online pelo Whatsapp - clique aqui para entrar no grupo. Não tem mais vaga? Envie uma mensagem para (55) 99631-9327. Continua o texto...

Em Mata, também na região central do Estado, ocorreram alagamentos. A forte chuva provocou a elevação do rio Poraíma, causando inundação em residências e áreas comerciais. Equipes municipais seguem levantando informações sobre possíveis estragos.

Tempestade de granizo ocorreu em Alto Alegre, afetando 45 pessoas. De acordo com a Defesa Civil, 17 residências foram atingidas na área rural. Equipes municipais estão mobilizadas em ações para auxiliar moradores. Não há registro de feridos, desabrigados ou desalojados.

O rio Rosário provocou enchente em parte de Santiago, causando a interrupção de estradas. Quatro residências foram atingidas pela intensa chuva na área urbana da cidade, prejudicando 20 pessoas.

Fonte: Defesa Civil Estadual
Edição: Secom

Deixe um comentário