Agente penitenciário é morto durante resgate de preso em Caxias do Sul

Momento da fuga / Reprodução

A Susepe, por meio da 7ª Delegacia Penitenciária Regional (Serra), confirma a morte do agente penitenciário Clóvis Antonio Roman, aos 54 anos, ocorrida na madrugada desta segunda-feira, 7 de junho, às 3h30, durante a escolta médica do preso Guilherme Fernando Mendonça Huff, no Posto de Saúde, na rua João Gregório Paniz, 602, em Caxias do Sul.

Os agentes foram surpreendidos a tiros por aproximadamente quatro homens que portavam arma longa, vestidos com uniformes da Policia Civil. Eles efetuaram disparos contra os servidores para resgatar o preso. No confronto, um vigilante e duas enfermeiras ficaram feridos, e o outro agente está no hospital, onde passa por uma cirurgia. De acordo com informações preliminares, os autores teriam fugido num veículo Passat. A família do servidor que faleceu já foi informada do fato. A Brigada Militar faz as buscas pela região.

Continua após as publicidades...

Receba notícias do site Portela Online pelo Whatsapp - clique aqui para entrar no grupo. Não tem mais vaga? Envie uma mensagem para (55) 99631-9327.

Continua a notícia...

A Susepe deslocou equipes táticas do Grupo de Ações Especiais (GAES) e Grupo de Intervenção Regional da 8ª, Departamento de Segurança e Execução Penal operacional e Departamento de Inteligência Penitenciária, para os procedimentos de intervenção e investigação.
A Secretaria da Administração Penitenciária (Seapen) e a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), assim como todo o Governo do Estado, se solidarizam com os familiares e demais servidores pela lastimável perda.

Brigada Militar e Susepe da região emitem nota de pesar

“A Brigada Militar lamenta o falecimento do agente da SUSEPE Clóvis Antônio Ronan, de 54 anos, ocorrido na madrugada desta segunda-feira, dia 7, em Caxias do Sul.

O agente foi vítima de disparos de arma de fogo em confronto com criminosos que buscavam resgatar um preso durante uma escolta para atendimento médico. O agente foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

A Brigada Militar se solidariza com os familiares e amigos do agente Clóvis, bem como todos os integrantes da Seapen e Susepe do Rio Grande do Sul.”

Deixe um comentário