Professor primo de Bolsonaro morre por Covid-19 em Florianópolis

Álvaro Alberto de Araújo era professor na Universidade Federal de Sergipe(Foto: Arquivo pessoal)

O professor Álvaro Alberto de Araújo, de 52 anos, primo do presidente Jair Bolsonaro, morreu em Florianópolis vítima da Covid-19. A morte ocorreu na última quinta-feira, 6 de maio, após quase um mês de internação na capital catarinense.

Álvaro morava em Aracaju-SE, mas veio para Florianópolis no início de abril encontrar o namorado, Rafael Nunes Carvalho. O reencontro dos dois virou notícia, quando o professor foi recepcionado no desembarque do Aeroporto Hercílio Luz com um buquê de flores.

Continua após a publicidade...
Continua o texto...

Dias após a chegada em SC, Álvaro começou a apresentar sintomas de Covid-19 e precisou ser internado no dia 9 de abril. Depois de alguns dias, ele precisou ser intubado e estava em estado grave, até falecer na última quinta-feira.

Álvaro era filho de Maria Helena Bolsonaro de Araújo, irmã de Geraldo Bolsonaro, pai do presidente. Ele foi enterrado em Campinas-SP, onde mora a família.

Ele era professor da Universidade Federal de Sergipe (UFS), e desde 2006 lecionava no Departamento de Tecnologia de Alimentos (DTA). Em nota, a UFS confirmou a morte do professor e lamentou:

“Todos nós, servidores e discentes do DTA, lamentamos imensamente essa perda tão precoce do nosso querido professor Álvaro. Manifestamos nossos sinceros sentimentos a familiares e amigos. Que Deus conforte todos os que hoje se entristecem”, diz o comunicado.


Fonte: DC

Post Author: Portela Online