Apenas 3 de 8 regiões de SC têm pacientes na fila de espera por UTIs

Três das 8 regiões de saúde monitoradas em Santa Catarina são as únicas a registrar pacientes na fila de espera por leitos de terapia intensiva (UTIs) nesta quinta-feira, 22. Sul, Norte e Meio-Oeste somam 71 pessoas aguardando por uma vaga. Hospitais da Foz do Itajaí-Açu e da Grande Florianópolis se juntaram aos de Oeste, Serra e Vale do Itajaí, que zeraram as filas de espera.

A soma de 71 pessoas é a menor em pelo menos 51 dias, desde que a Secretaria de Estado da Saúde passou a divulgar detalhes diários da fila de espera por leitos. São 20 pacientes a menos do que na quarta-feira.

Continua após a publicidade...
Continua o texto...

Apesar dessa redução, a ocupação de leitos de UTI no Estado por pacientes com covid-19 teve leve aumento nesta quinta. Ao considerar hospitais públicos e privados, são 1.163 pessoas diagnosticadas com covid-19 ou suspeitas de terem a doenla, internadas em terapia intensiva, 3 a mais do que no dia anterior.

São 63 na rede privada e 1.100 pelo SUS, que apresenta 94,74% de ocupação dos leitos adultos, pediátricos e neonatais. Apenas nos leitos adultos públicos o índice é de 96,92%.

Novas 75 mortes confirmadas nesta quinta

O Estado confirmou também 75 novas mortes por covid-19 (veja detalhes dos pacientes mais adiante) nesta quinta-feira. Com isso, sobe para 12.916 o total acumulado desde março do ano passado. A reportagem do Diário Catarinense identificou que um óbito foi removido da base de dados do Estado. Trata-se de uma mulher de 57 anos, que morreu em 19 de abril, em Lages. O caso estava duplicado no sistema.

Entre as 75 novas mortes estão 22 moradores do Oeste, 14 do Norte, 14 do Vale do Itajaí, 11 do Sul, 10 da Grande Florianópolis e 4 da Serra.

Os pacientes tinham entre 23 e 100 anos, dos quais 21 tinham até 59 anos. Há um óbito de janeiro, 2 de março e os demais 72 ocorreram entre 16 de abril e esta quinta-feira.

Fonte: NSCTotal

Post Author: Portela Online