Dentro do Jogo: Estreia com derrota

Não foi a estreia que os colorados imaginavam, apesar de jogar na altitude o Inter teve chances de trazer para casa um resultado melhor.

Jogar acima do nível do mar é de grandes dificuldades para equipes que não estão acostumadas a atuar nas alturas.

Continua após a publicidade...
Continua o texto...

No primeiro desafio pela Libertadores 2021 o colorado tinha que superar dois fatores: a altitude e o Always Ready, que apesar de não ser tradicional é uma equipe que tem qualidades que pode ter desequilíbrio técnico, mas que aproveita os jogos em casa para equilibrar a seu favor.

O ar rarefeito até poderia ter pegado mais no Inter, mas a equipe em alguns momentos conseguiu jogar, suportando o ar pesado e a equipe boliviana.

O colorado ainda sente as mudanças implementadas pelo técnico Ramírez, não esta totalmente adaptado. Em algumas raras oportunidades conseguiu rodar e tocar a bola de pé em pé construindo o ataque, mas a marcação alta adversária o impossibilitava de fazer e a ligação direta da defesa ao ataque era inevitável.

Quando Rodrigo Dourado armava as jogadas com velocidade, conseguiam bons lances. Faltaram passes verticais para quebrar a defesa do Always Ready.

Mesmos estando atrás do placar o Inter nunca esteve fora da partida, teve boas chances de empatar, mas faltou qualidade e fôlego.

Foi apenas o início da caminhada na Libertadores, há coisas para se acertar? Sim. Da para se preocupar, mas não se desesperar.

Por Marieli Pessotto – Colunista Dentro do Jogo

Foto: Ricardo Duarte / Assessoria Internacional

Post Author: Marieli Pessotto