Dentro do jogo: Uma noite, dois campeonatos

O que faltou para o Grêmio vencer e garantir a vaga nos grupos da Libertadores? O principal sustentar seu futebol, muito desperdício de gol, desequilíbrio e intranquilidade.

O tricolor iniciou a partida contra o Independiente Del Valle bem diferente do jogo anterior, com uma postura de quem queria o resultado, tanto que conseguiu o mínimo que precisava um gol.

Continua após as publicidades...
Continua o texto...

Mas os mesmo erros e pecados que estão virando rotina no time aparecem e quebram o futebol dos gremistas. É incrível e difícil de explicar como a equipe faz dois tempos diferentes em uma mesma partida, um ótimo primeiro tempo e no segundo caem notoriamente de produção.

O Grêmio vem pagando caro por cometer esses pecados, já perdeu a Copa do Brasil e agora cai na Pré-Libertdaores. Há de se rever algumas coisas na equipe para que o bom Grêmio Copeiro volte.

Ainda sem ter todos os seus titulares escolhidos, o técnico colorado Miguel Ángel Ramírez segue sua busca.

Mas isso já teria que ter sido resolvido, o time precisa de sua formação certa, semana que vem já tem Libertadores.

Contra o Aimoré pelo Gauchão uma goleada, mas os 6 a 1 não significou que o colorado fez um jogo esplêndido. Ainda está lento nas trocas de passes e na saída para o ataque. Erros na transição fazendo com que o adversário roubasse a bola e chegasse ao ataque com perigo.

A vitória veio porque a equipe encontrou espaços entre as linhas de marcação montadas pelo Aimoré. De jogo em jogo o Inter de Ramírez vai tomando corpo, a ideia tática está bem clara e nítida na equipe, ainda faltam as principais peças para tudo se encaixar.

Por Marieli Pessotto – Colunista Dentro do Jogo

Foto: Lucas Uebel / Assessoria Grêmio
Foto: Ricardo Duarte / Assessoria Inter

 

Post Author: Marieli Pessotto