Governo do RS permite abertura de comércio e restaurantes no fim de semana; veja o que muda


O governo do Rio Grande do Sul anunciou, nesta sexta-feira (9), novos protocolos de combate ao coronavírus. Entre as principais alterações (veja abaixo), estão a ampliação do horário de atendimento presencial em mercados, restaurantes e bares. As mudanças entram em vigor neste sábado (10) e valem para todas as bandeiras.

Segundo o chefe do Executivo, Eduardo Leite, a etapa é um “relaxamento de restrições com cautela”. A bandeira preta, do decreto de distanciamento controlado, será mantida.

Continua após a publicidade...
Continua o texto...

Questionado se havia segurança para a flexibilização das medidas no momento em que o RS atinge 94% das lotações de UTIs e com perspectiva de até 47 mil mortes por coronavírus no estado até julho, segundo uma pesquisa americana, o governador Eduardo Leite disse que é necessário considerar o impacto das atividades na vida da população.

“A gente precisa proteger a saúde, salvar vidas, mas a gente tem que considerar também a dinâmica do funcionamento da vida das pessoas”, afirmou.
O governo ainda anunciou que trabalha numa atualização do Disque Denúncia, no telefone 181 e pela internet, para receber alertas sobre infrações de protocolos contra o coronavírus.

Além disso, o Palácio Piratini confirmou que 402 dos 497 municípios do RS já apresentaram planos de fiscalização de atividades. A medida é um requisito para o repasse de R$ 4,4 milhões em recursos para a contratação de fiscais.

Mudanças nos protocolos

Segunda a sexta:

Saúde, farmácias, construção, veterinários: presencial restrito permitido por 24h
Mercados: presencial restrito permitido por 24h
Restaurantes e bares: presencial restrito a 25% do público entre 5h e 23h (entradas até 22h); delivery entre 22h e 5h; happy hour vedado
Comércio não essencial: presencial restrito entre 5h e 20h; delivery entre 20h e 5h
Academias e serviços religiosos: presencial restrito entre 5h e 22h
Demais serviços: presencial restrito entre 5h e 20h

Horários durante a semana — Foto: Governo do RS/Divulgação

Sábados, domingos e feriados:

Saúde, farmácias, construção, veterinários: presencial restrito permitido por 24h
Mercados: presencial restrito permitido por 24h
Restaurantes e bares: presencial restrito a 25% do público entre 5h e 16h (entradas até 15h); delivery e pegue e leve entre 15h e 20h; delivery entre 20h e 5h; happy hour vedado
Comércio não essencial: presencial restrito entre 5h e 20h; delivery entre 20h e 5h
Academias e serviços religiosos: presencial restrito entre 5h e 22h
Demais serviços: presencial restrito entre 5h e 20h

Horário fim de semana — Foto: Governo do RS/Divulgação

Em cidades onde a prefeitura adotou os protocolos da bandeira vermelha, dentro do sistema de cogestão, os ônibus podem transportar até 75% da capacidade dos assentos nas linhas fretadas, metropolitanas, executivas, seletivas, intermunicipais e interestaduais.

Foi autorizada a abertura de feiras de artesanato, além de feiras livres. Parques temáticos, de aventura, jardins botânicos e zoológicos podem abrir com 25% da capacidade de público, desde que apenas em locais abertos e com o Selo Turismo Responsável.

Serviços de educação física para fins de saúde somente com o atenção individual, com distanciamento de 16 m² por pessoa e duas pessoas atendidas por instrutor.

Esportes individuais ou em dupla com no máximo quatro praticantes, inclusive em condomínios.

Fonte: G1 – RS

Post Author: Portela Online