Hospital de Caridade de Três Passos comunica nível de catástrofe hospitalar por falta de medicamentos

Emergência do Hospital de Caridade / Divulgação

O Hospital de Caridade de Três Passos (HCTP), assim como outras instituições de saúde pelo estado ao longo desta semana, emitiu um comunicado oficial divulgado por volta das 15h10min desta sexta-feira (26), informando às autoridades públicas de saúde que atingiu o nível de catástrofe hospitalar, sobretudo devido à falta de medicamentos utilizados em pacientes internados na UTI, especialmente no tratamento à Covid-19, bem como da utilização total dos equipamentos existentes.

De acordo com o hospital, caso não haja reposição dos estoques de insumos, até que a situação seja restabelecida, a instituição não poderá receber pacientes para tratamento intensivo, nem mesmo urgências e emergências ou pacientes que possam ter seu quadro de saúde evoluindo para tratamento intensivo, devendo a central de regulação encaminhar estes casos para outras instituições de saúde.

Continua após a publicidade...
Continua o texto...

A mais recente atualização do painel de leitos da Secretaria Estadual de Saúde demonstra que o hospital de Três Passos está com 13 pacientes em UTI adulto, sendo que a instituição tem capacidade para atendimento de no máximo dez pacientes em UTI. Pelo menos três leitos de terapia intensiva tiveram de ser improvisados.

Dos 13 pacientes em UTI, sete são pacientes não Covid e seis são pacientes que positivaram para a doença. Dos dez respiradores disponíveis, oito estão sendo utilizados.

Na Ala Covid, dez pacientes ocupam 50% do espaço. São pacientes de Três Passos e de outras cidades da região, como Bom Progresso, Esperança do Sul e Tiradentes do Sul.

O hospital confirmou à nossa reportagem que na tarde desta sexta-feira (26), existe paciente na Ala Covid aguardando leito de UTI.

Porém, o hospital também confirma que dificilmente irá ocorrer algum tipo de remoção de pacientes que já está ocupando leito de UTI na instituição, até porque não há vagas disponíveis em outras instituições do Estado neste momento.

Fonte: Rádio Alto Uruguai

Post Author: Portela Online