Homem que pilotava moto arrastada por caminhão na BR-101 recebe alta

Foto: Divulgação

Anderson Antônio Pereira, 49, que junto da esposa Sandra Aparecida Pereira, 47 anos, teve a moto arrastada por um caminhão na BR-101 recebeu alta do Hospital Ruth Cardoso nesta segunda-feira (9). Ele e a mulher trafegavam na rodovia quando o veículo que estavam foi engavetado pelo caminhão e foi carregado por 32 quilômetros, em Penha, no Litoral Norte de SC, no sábado. Sandra ficou ferida no acidente e morreu no domingo.

Anderson foi internado ainda na noite de sábado (6), dia do acidente, e recebeu alta dois dias depois. Segundo o irmão de Anderson, Jacson Pereira, ele segue com coágulos de sangue nas costas, mas fará o tratamento em casa.

Continua após a publicidade...

Depois do acidente, Sandra, que ficou caída na rodovia, foi levada para o Hospital Marieta, em Itajaí, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na noite de domingo (7), por volta das 18h30min. No acidente, ela teve perfurações nos rins e nos pulmões.

Anderson foi liberado para o velório e sepultamento da esposa, que ocoreu nesta segunda. Conforme o irmão, ele está na casa dos pais se recuperando da perda. Sandra também deixou um filho de 26 anos.

A reportagem tentou contato com Anderson e com outros familiares de Sandra, mas a família ainda está muito abalada para falar sobre a tragédia.

— Sandra era uma pessoa incrível, mas neste momento não conseguimos falar sobre o que aconteceu — disse Joelma Bertelli, sobrinha de Sandra.

O principal responsável por causar o acidente seria o motorista do caminhão. A Polícia Civil fez uma autuação em flagrante por tentativa de homicídio qualificado por impossibilitar a defesa da vítima. Ele também foi autuado por conduzir o caminhão sob efeito de drogas. Além disso, o homem também irá responder por fuga do local do acidente e posse de cocaína para uso próprio. A droga foi encontrada no caminhão.

Relembre

Uma cena que impressiona foi registrada na tarde deste sábado (6) na BR-101 em Santa Catarina. Anderson ficou pendurado na cabine de um caminhão por 32 quilômetros após acidente entre a moto que conduzia e o veículo de carga. A colisão foi registrada por volta das 16h no Km 106 da rodovia federal, em Penha.

O caminhão parou apenas próximo ao Morro do Boi, já em Balneário Camboriú, no Km 125 da rodovia. A moto ficou engatada no para-choque do caminhão e foi arrastada.

O caso ganhou repercussão nacional e foi exibido no Fantástico na noite de domingo. De acordo com o delegado responsável pelo caso, a polícia ainda investiga o acidente.

Fonte: NSC TV

Post Author: Portela Online