Dentro do Jogo: Fim do sonho colorado? Vitória tricolor e vaga no G6

Equilíbrio era isso que tínhamos até o início da etapa final no duelo entre Inter e Flamengo. Duas equipes jogando de igual para igual, cada uma com sua estratégia de jogo.

O que influenciou nesse desequilíbrio foi à expulsão do lateral colorado Rodinei, muito polêmica e contestada.

Continua após as publicidades...
Continua o texto...

Dando outros rumos para o duelo que ficou mais tenso e agitado. Com um a menos o físico e também o emocional pegou, os colorados até tentaram, mas a derrota foi inevitável.

A derrota põe fim no sonho do tetra? Totalmente não, ainda há chance matemática. Se tornou mais complicado, porque agora o Inter não depende só de si, além de vencer terá torcer por um deslize do próprio Flamengo e vimos que será difícil.

Se a taça não vier, o torcedor colorado tem que se lembrar do que esse grupo fez no campeonato. Desde o início questionado, nem figurando entre os favoritos. Quando tudo parecia estar perdido consegue se reerguer, vira líder, bate o recorde de vitórias e quebra um jejum em clássicos. Uma campanha consistente que os colorados merecem ser elogiados, com ou sem título.

Já pelos lados do Grêmio temos bem claro que a equipe só consegue jogar quando seu meio de campo funciona. No primeiro tempo isso não aconteceu e o tricolor viu o Athlético-PR ser melhor.

Conseguiu chegar ao ataque através de algumas arrancadas de Pepê pelo lado esquerdo, mas que não foram bem sucedidas.

As entradas de Jean Pyerre, Ferreira e Thaciano promovidas por Renato foram determinantes para o bom desempenho da equipe na etapa final.

O tricolor conseguiu criar jogadas com mais qualidade, melhorando seu rendimento e ficando mais no campo de ataque.

A vitória e os três pontos vieram o que garantiu a vaga tricolor no G6 do brasileirão para disputar a Libertadores 2021.

Por Marieli Pessotto – Colunista Dentro do Jogo

Foto: Ricardo Duarte / Assessoria Internacional
Foto: Lucas Uebel / Assessoria Grêmio

Post Author: Marieli Pessotto