Enem: menos da metade dos candidatos do RS compareceu à prova

Dos 245.877 candidatos inscritos no Rio Grande do Sul para Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), 118.311 realizaram as provas — menos da metade. De acordo com Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 127.566 não participaram, com isso a abstenção ficou em 51,9%.

Esse índice representa quatro décimos acima da média nacional (51,5%). O cálculo não inclui as localidades brasileiras onde não houve a prova: no Estado do Amazonas e em dois municípios de Rondônia.

Continua após a publicidade...
Continua o texto...

Ao todo, o exame foi aplicado em 106 municípios gaúchos.

Redação

A proposta de Redação foi “O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira”. O quadro “Enem na Gaúcha”, do programa Bom Dia Segunda-Feira, da Rádio Gaúcha, repercutiu o tema com a professora Fran Gracioli.

Candidatos infectados

O Inep não divulgou o número de candidatos no Rio Grande do Sul que solicitaram a realização da prova nas datas de reaplicação (23 e 24 de fevereiro) em função da covid-19. O último balanço aponta que, no país, foram 10.171 pedidos de estudantes com doenças infectocontagiosas, sendo que 8.180 foram deferidos até 12h de sábado (16). O prazo para apresentar o laudo médico foi ampliado e poderá ser enviado pela Página do Participante entre 25 e 29 de janeiro.

Barrados na porta

Conforme GZH noticiou, houve estudantes que não puderam realizar a prova mesmo cruzando os portões dentro do horário. Ao chegarem na sala, foram impedidos de entrar em função do limite de ocupação de 50%. O presidente do Inep, Alexandre Lopes, garante que nenhum candidato será prejudicado e que o fato ocorreu em apenas 11 locais no Brasil. No Rio Grande do Sul, a reportagem registrou casos semelhantes em pelo menos três pontos de Porto Alegre e em Caxias do Sul.

Ministro elogia exame

Em entrevista coletiva, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, considerou o primeiro domingo do Enem como “vitorioso”.

— Pude ver, em meio a essa pandemia que vivemos, as coisas caminharem muito bem durante a aplicação. Gostaria de qualificar o Enem, no meio da crise sanitária, como algo vitorioso para não atrasar mais a vida de milhões de estudantes. Não atrasamos a educação brasileira — afirmou.

Próximas datas

No próximo domingo (24), acontecem as provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e de Matemática. Nos outros domingos, é a vez do Enem no formato digital.

 

 

Fonte: GauchaZH

Post Author: Portela Online