Quase 400 municípios do RS já registraram mortes por Covid-19


O pesadelo que assombra o mundo desde o início do ano teve começo no Brasil há exatos dez meses, em 26 de fevereiro, uma quarta-feira de cinzas. Ironicamente, passado o carnaval, o Brasil passou a conhecer a face dura de um vírus que já deixava profundas marcas em diferentes lugares no mundo. Ainda levou duas semanas para que o coronavírus fosse diagnosticado no Rio Grande do Sul pela primeira vez, em 10 de março. Mas, de lá pra cá, ele já se espalhou por todos os municípios gaúchos e provocou mortes em 397 das 497 cidades do Estado.

Em um triste ranking, Porto Alegre, com 1.793 vítimas, é a cidade onde mais pessoas morreram por Covid-19 no Estado, seguido de Canoas (443), Novo Hamburgo (286), Caxias do Sul (278) e Pelotas (252). São dez cidades gaúchas com mais de 200 mortos e 16 que já contabilizaram ao menos 100 óbitos relacionados ao coronavírus, conforme a Secretaria Estadual da Saúde (SES).

Continua após a publicidade...
Continua o texto..

De acordo com dados da pasta, ao longo de 291 dias desde o primeiro registro, foram 430.780 casos da doença em solo gaúcho. Esses casos que ocasionaram até este sábado 30.130 hospitalizações e, nos mais graves, 8.452 mortes.

Recordes renovados no fim do ano

Há mais de oito meses, desde 20 de abril, o Rio Grande do Sul não passa mais de 24 horas sem um óbito relacionado à Covid-19. E a pandemia agravou-se nas últimas semanas. Enquanto havia a discussão se tratava-se de um repique ou de uma segunda onda, as últimas semanas de novembro e o mês de dezembro renovaram marcas trágicas: em 30 de novembro houve o recorde de novos casos, 5.623 diagnósticos. Ao longo do inverno, esse índice havia passado dos 3 mil apenas duas vezes.

Tantos casos acabaram forçando novos recordes de óbitos. E os três dias mais fatais da pandemia no RS ocorreram ao longo do último mês. Foram 77 vidas perdidas para o coronavírus somente em 16 de dezembro, enquanto 75 faleceram em 30 de novembro e 20 de dezembro.

Fonte: Correio do Povo

* CLIQUE AQUI PARA ENTRAR NO GRUPO DE NOTÍCIAS DO SITE PORTELA ONLINE.

Post Author: Portela Online