Dentro do Jogo: Uma história que não tem fim

Doze anos no clube marcado por grandes títulos e atuações que mostraram quanto D’Alessandro honrava o manto colorado.

D’Ale se tornou ídolo por honrar a camisa vermelho e branco. Se teve fama de encrenqueiro era porque defendia o clube como um torcedor dentro de campo.

Continua após a publicidade...

Jogou Gre-Nal como se fosse o último de sua vida. D’Ale não era apenas um jogador, era um torcedor.

Líder dentro e fora das quatro linhas. No pior momento vivido pelo clube, foi fundamental para reerguer o Internacional.

Uma história brilhante e cheia de conquistas que nunca terá fim. E que será eternizada pelo torcedor colorado.

Foi um até breve deixado claro por ele na despedida. D’Ale ainda vai voltar ao colorado.

Por Marieli Pessotto – Colunista Dentro do Jogo

Foto: Ricardo Duarte / Assessoria Internacional

 

Post Author: Marieli Pessotto