Pai e filho diagnosticados com Covid-19 morrem em intervalo de 10h em Erechim

Erminio Luiz Menegolla, de 88 anos, e o filho Ricardo Menegolla, de 64 anos. — Foto: Arquivo pessoal

Pai e filho morreram de Covid-19 com 10 horas de diferença em Erechim, no Norte do estado, na última sexta-feira (11). Erminio Luiz Menegolla, de 88 anos, e o filho Ricardo Menegolla, de 64 anos, estavam internados na UTI do Hospital de Caridade de Erechim (HC).

Ricardo era ortopedista e traumatologista no Hospital de Caridade e na Unimed, mas não trabalhava diretamente no enfrentamento à doença, conforme informou o HC. Ele estava internado desde o dia 26 de novembro e morreu na sexta às 13h40.

Continua após a publicidade...

O pai, Ermínio, estava internado desde o dia 1º de dezembro e morreu às 23h55. A morte só foi divulgada pela prefeitura da cidade no sábado (12).

Conforme último boletim da prefeitura, divulgado na sexta-feira, Erechim tem 166 casos ativos da doença e 48 mortes.

Em nota, o Hospital de Caridade reforçou a importância do trabalho desenvolvido por Ricardo. “Foi um profissional excelente e que, em todos os seus anos de dedicação à medicina, foi responsável por transformar inúmeras vidas”.

A Unimed Erechim também manifestou “profundo pesar pelo falecimento do médico”. Veja notas completas abaixo.

‘Era uma pessoa fabulosa’

Amigo de Ricardo Menegolla há mais de 15 anos, o aposentado do exército, Marco Antônio Geib, de 73 anos, o descreve como um homem bom e admirado por todos.

“Ele era uma pessoa fabulosa. Eu nunca o vi triste, nunca o vi brabo. Era uma pessoa admirada por todo mundo. Envolvido numa série de atividades na comunidade. Era um sujeito muito bom”, conta.
Marco lembra com carinho da época em que eram diplomados da Escola Superior de Guerra e faziam parte da associação dos reservistas do Exército, em Erechim.

“Eu e o Ricardo tínhamos uma relação de amizade bastante grande. Durante muitos e muitos anos estimulamos a imagem do exército aqui na nossa região”.

Sobre a relação de Ricardo com o pai Erminio, Marco destaca o afeto e carinho com que se tratavam.

“Ele tratava aquele pai com uma coisa impressionante. A idade foi ficando grande e ele não passava um dia sem ver o pai, sem ajudar, sem ir lá preocupado. A gente diz: ele pegou e levou o pai junto [em relação à morte pela doença no mesmo dia]”.

Nota do Hospital de Caridade
O Hospital de Caridade de Erechim comunica com pesar o falecimento do médico de seu Corpo Clínico, Ricardo Luiz Menegolla, hoje (11/12) ocorrido. Doutor Menegolla tinha 64 anos e estava internado na UTI covid-19 do Hospital desde o dia 26 de novembro.

Ricardo Luiz Menegolla foi um profissional excelente e que, em todos os seus anos de dedicação à medicina, foi responsável por transformar inúmeras vidas. Com certeza, todo o aprendizado e o privilégio da sua presença no HC deixará muita falta e servirá como inspiração para todos que faziam parte de sua vida.

Obrigado por tudo Dr. Menegolla.

Nota da Unimed Erechim

Em nome de todos os médicos cooperados e colaboradores, manifestamos profundo pesar pelo falecimento do médico cooperado da Unimed Erechim, Dr. Ricardo Luiz Menegola, ocorrido na tarde desta sexta-feira (11/12).

Post Author: Portela Online