RS tem quase todas regiões em bandeira vermelha no mapa preliminar do distanciamento controlado; exceção é Taquara

Divulgação

Todas as regiões Covid do mapa do distanciamento controlado do RS, exceto Taquara, estão em bandeira vermelha na versão preliminar divulgada no fim da tarde desta sexta-feira (4). Com a suspensão do sistema de cogestão, todas deverão adotar os protocolos do estado equivalente à classificação de alto risco epidemiológico para o coronavírus.

De acordo com o governo do RS, houve piora em todos os indicadores. Entre as maiores variações estão o número de casos de Covid-19 ativos (aumento de 20%), as internações em leitos clínicos com Covid-19 registrados nos últimos sete dias (aumento de 15%) e os óbitos nos últimos sete dias (crescimento de 29%).

Continua após as publicidades...
Continua o texto...

“Não é hora de aglomerações. Reduzir contatos é muito importante neste momento, porque quebramos o ciclo de contágio”, afirmou o governador Eduardo Leite ao anunciar, no começo da semana, medidas mais rígidas, como a vedação da permanência de pessoas em ruas, praças e praias do estado.

Recursos

Atualmente, apenas as regiões de Guaíba e Cachoeira do Sul estão em bandeira laranja. No entanto, se confirmada a classificação na segunda-feira (7), elas devem mudar para bandeira vermelha.

Em Cachoeira do Sul, houve redução nos registros de hospitalizações para Covid-19 nos últimos sete dias – de cinco para quatro, queda de 20%, e não houve óbitos nesta semana. Porém, com o indicador de estágio de evolução no vermelho, a região ficou com bandeira mais restrita.

Em relação aos casos ativos em comparação aos recuperados, a região registrou 152 ativos para 240 recuperados, o que também representa uma piora no valor dado pela razão em comparação à semana anterior.

Guaíba, por sua vez, apresentou aumento significativo de hospitalizações para Covid-19 nos últimos sete dias – de 17 para 26, um crescimento de 53%. Já o número de óbitos permanece estável – nove em cada uma das duas últimas semanas.

Já Taquara e os oito municípios que compõem a região poderão baixar para a classificação de risco médio. Houve redução nos registros de hospitalizações para Covid-19 nos últimos sete dias – de 14 para nove, queda de 36% –, e estabilização no número de óbitos (cinco em cada semana). Já o indicador de ativos sobre recuperados registrou uma piora em comparação à semana anterior.

Prefeituras e associações municipais têm até as 6h de domingo (6) para encaminhar o pedido de reconsideração ao comitê de crise. A versão definitiva é válida entre os dias 8 e 14 de dezembro.

Exceções

Ao todo, conforme o mapa preliminar da 31ª rodada, 489 municípios estão classificados em bandeira vermelha, onde moram o equivalente a 98% da população gaúcha.

Desse total, 193 cidades, onde moram 930,7 mil pessoas, podem adotar protocolos de bandeira laranja, porque não têm registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias, o que se encaixa na regra 1-1.

Fonte: G1 – RS

Post Author: Portela Online