Oitavo candidato eleito vereador em Tenente Portela é entrevistado pelo Portela Online

Mauro Ludwig foi eleito vereador pelo PSDB / Reprodução

Chegando quase ao final da rodada de entrevistas com os eleitos legisladores para os quatro próximos anos, nesta quinta-feira, 26 de novembro, o site Portela Online recebeu o oitavo convidado, o Sr. Mauro Ludwig, candidato vitorioso que concorreu pelo PSDB.
Mauro inicialmente agradeceu os 420 votos recebidos do eleitorado, expressou gratidão pela oportunidade de ter participado do pleito, ao lado de Rosemar Sala e Leônidas Balestrin, representantes da coligação da qual fazia parte seu partido. Complementou que sua candidatura tinha como maior propósito colaborar com a campanha para a majoritária.

Em seguida o entrevistado respondeu sobre sua vida política e lembrou que este será seu terceiro mandato, tendo sido o primeiro em 1996, na época pelo PL. Contou que, depois, filiou-se ao PSDB conquistando mais um mandato com expressiva votação e agora, a partir de 2021, novamente comporá o Legislativo portelense.

Continua após a publicidade...

Quanto à eleição que concorreu a vice-prefeito juntamente com Neivaldo Antoniollo, numa coligação entre PSDB e MDB, no ano de 2004, Mauro explica que após a derrota nas urnas ficou afastado da política por dezesseis anos, retornando agora em virtude de seu partido lançar a candidatura a prefeito.

A respeito da possibilidade de abrir mão da vereança para assumir uma secretaria junto a nova administração, o vereador eleito declara que ouviu de eleitores o pedido tanto de que permaneça como representante na Câmara, quanto de que assuma a Secretaria de Obras como expectativa: “Mas isso nós vamo vê daqui pra frente, né. Eu quero ajudar, ajudar o município, ajudar a administração Sala e Balestrin, né.” Admite que já houveram conversas nesse sentido, que o prefeito eleito já expressou sua vontade de tê-lo como parceiro na Secretaria de Desenvolvimento Rural, que não descarta a possibilidade de ser útil numa secretaria, entretanto a princípio elegeu-se para assumir a cadeira no legislativo.

Sobre o resultado nas urnas e sua candidatura, ele alegou que sempre contou com um eleitorado fiel, mas não esperava ser o segundo mais votado, até pela quantidade de candidatos neste pleito em particular. E na questão do resultado da eleição para prefeito, Mauro explicou que, no momento do anúncio da coligação da situação com o MDB, adversários históricos, e também da coligação do seu partido, PSDB com outros partidos de relevância e até um certo apoio do PT, acreditou na vitória: “Eu esperava, porque povo queria mudança, né. Eu tinha essa visão, eu sempre dizia que o… né… Não tem ninguém que tira essa eleição do Sala… O povo queria mudança”. E se na sua forma de ver a derrota do adversário adveio de erros ou falhas de estratégia, disse que não via isso, que era simplesmente o ano da mudança como vontade do povo: “Dezesseis anos no poder é muito desgaste”, completou ainda, referindo-se aos quatro mandatos consecutivos dos que administram atualmente. Inclusive afirmou que em sua opinião, mesmo se fosse outro concorrente obteria igualmente vitória, tamanho era o desejo popular de mudar o governo.

O entrevistado também comentou que prestou serviço à administração do prefeito Carboni, como Secretário, pois seu partido era um dos coligados da situação, onde pôde mostrar sua competência, seu trabalho em relação à manutenção das estradas, o que lhe serviu para projetar novamente seu nome na política. Ele contou que se afastou da administração antes mesmo de seu partido sair e colocar em prática o projeto de lançar candidatura própria.

Questionado sobre suas promessas ou compromissos de campanha, Mauro apontou a questão da rede de água como primeira necessidade, estradas e foco na agricultura: “Vocês vão vê que a administração Sala e Balestrin vai ser voltada mais ao nosso produtor.. pra alavancar essa questão aí da nossa agropecuária, né.”

Finalizando a entrevista, o vereador eleito reforçou agradecimentos a Deus, aos eleitores e disse: “E quero ser vereador de todos, quero trabalhar. Se eu pegá uma Secretaria, vou ser secretário pra todos. Quero trabalhar, ajudá a desenvolver esse nosso município, né. O que tiver pra fazer nós queremo tá fazendo junto com o Sala e Balestrin.” Reafirmou sua confiança na administração que inicia em 2011, acreditando que todos os secretários indicados terão autonomia pra fazer um bom trabalho. Encerrou agradecendo também o espaço oportunizado no site.

Assista pelo Facebook:

Assista Pelo You Tube:

Post Author: Portela Online