Mapa preliminar coloca maioria das regiões na bandeira Laranja

O mapa preliminar do distanciamento controlado divulgado nesta sexta-feira (18) contém o menor número de regiões com classificação de alto risco epidemiológico para a Covid-19 em três meses: cinco. Estão em bandeira vermelha apenas as regiões de Porto Alegre, Novo Hamburgo, Guaíba, Santo Ângelo e Cruz Alta.

Desde que o governo abriu a possibilidade de recurso sobre a classificação, na última semana de junho, este é o mapa com menos regiões em vermelho. Entre as cinco, apenas Guaíba não adotou o sistema de cogestão e não tem plano regional com protocolos próprios.

Prefeituras e associações de municípios podem apresentar recurso até às 6h de domingo (20). O mapa definitivo será divulgado após análise dos recursos pelo Gabinete de Crise, na tarde de segunda-feira (21), e as bandeiras da 20ª rodada passam a vigorar entre os dias 22 e 28 de setembro.

As outras 16 regiões estão em bandeira laranja. Apenas 77 municípios, onde moram cerca de 4 milhões de pessoas (35,4% da população gaúcha), estão sob bandeira vermelha.

Entretanto, 21 cidades dessas, onde vivem 98 mil pessoas (0,9% do RS), podem adotar protocolos de bandeira laranja, porque não têm registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias.

Estabilidade em óbitos, piora em casos ativos

Na última semana, o número de óbitos por Covid-19 no estado ficou praticamente estável: baixou de 340 para 338. Houve redução, ainda, no número de internados em UTI (4%) e em leitos clínicos (3%) dos hospitais gaúchos.

Porém, houve um aumento no número de casos ativos (7%) entre as duas últimas semanas: de 10.066 para 10.793. Além disso, o número de novas hospitalizações por Covid-19 aumentou 6% entre as duas últimas semanas (997 para 1.061).

Os principais alertas, segundo o governo do RS, são para as regiões de Cachoeira do Sul (133,3%) e Cruz Alta (83,3%), que tiveram um crescimento grande nas hospitalizações por coronavírus.

Uruguaiana (50%), Ijuí (41,7%), Novo Hamburgo (40,4%), Lajeado (31,8%), Santa Rosa (23,1%), Santo Ângelo (22,9%), Pelotas (21,6%) e Taquara (21,4%) também apresentaram piora neste quesito.

Bandeira Vermelha
Porto Alegre
Novo Hamburgo
Guaíba
Santo Ângelo
Cruz Alta
Bandeira Laranja
Bagé
Santa Maria
Erechim
Palmeira das Missões
Caxias do Sul
Passo Fundo
Cachoeira do Sul
Ijuí
Uruguaiana
Santa Rosa
Canoas
Capão da Canoa
Pelotas
Santa Cruz do Sul
Lajeado
Taquara

 

 

Fonte: G1 – RS

Post Author: Portela Online