Região mais um vez na bandeira vermelha do sistema de distanciamento controlado

Reprodução

Mais uma vez a região terá que adotar os protocolos da bandeira vermelha. O anuncio foi feito pelo governador do estado do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, durante live na tarde desta segunda-feira, 10 de agosto. Nove regiões na classificação de alto risco para coronavírus: Canoas, Capão da Canoa, Porto Alegre, Taquara, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Erechim, Pelotas e Palmeira das Missões.

Os protocolos devem ser seguidos a partir da 0h desta terça-feira, 11 de agosto, até a próxima segunda-feira, 17 de agosto.

Continua após as publicidades...

Receba notícias do site Portela Online pelo Whatsapp - clique aqui para entrar no grupo. Não tem mais vaga? Envie uma mensagem para (55) 99631-9327.

Continua a notícia...

Leite aproveitou a live também para divulgar mais detalhes sobre o modelo de cogestão entre governo estadual e municípios. A medida foi aprovada após pressão de prefeitos e negociações entre o Executivo estadual e a Federação das Associações de Municípios do RS (Famurs).

Nesse novo modelo, em vez de apenas o Executivo ditar as bandeiras para todas as regiões, as decisões passarão a ser compartilhadas com as prefeituras.

O protocolo estabelecido pelos municípios terá que obedecer os quatro níveis de risco idealizados pelo Estado: as bandeiras amarela, laranja, vermelha e preta. Conforme Leite, as regiões não precisam definir em protocolos distintos.

Entenda o que é permitido na bandeira vermelha do distanciamento controlado no RS

Deixe um comentário