Entrelinhas – Noite fria… Alcoolismo… Perigo!

Foto: Sandro Medeiros Portela Online

A cena não seria tão incomum considerando o número de brasileiros que pernoitam e residem nas ruas do país. Mas a noite gelada de inverno em nossa pequena Tenente Portela-RS acrescenta um peso maior à triste situação.

Um catador de recicláveis, ao final de um dia de trabalho (pelo menos a carrocinha cheia indica isso) resolve estender um colchão em meio a um cruzamento e dormir. Levado a isso provavelmente pelo alcoolismo, ele expõe-se ao perigo sem qualquer temor.

Continua após as publicidades...

Receba notícias do site Portela Online pelo Whatsapp - clique aqui para entrar no grupo. Não tem mais vaga? Envie uma mensagem para (55) 99631-9327. Continua o texto...

É triste. Preocupa e faz pensar. Como um ser humano chega a esse ponto de abandono próprio e social?

Pelo Brasil e pelo mundo são tantos em situação semelhante que absurdamente se confundem com a normalidade das ruas. Muitas vezes invisíveis criaturas, não fosse o efeito depreciativo que causam à paisagem.

Caso ali permanecesse o homem em questão (foto), a sua vida, já ameaçada pelo abandono e dificuldades de sobreviver, estaria sendo colocada em cheque pelo frio intenso desta noite gelada de julho e pelo trânsito que fluía.

A saída mais imediata foi comunicar à segurança pública, a fim de que se procedesse a retirada do catador do local e, se possível, que este encontrasse o caminho de casa, se é que ela existe.

Quanto vale uma vida num mundo que tem espaço físico sobrando, recursos imensos e tanta desigualdade entre os que o habitam?

Por Marlene Staub – Portela Online

Deixe um comentário