Homem é linchado e morto após atropelamento de criança em Rio Grande, diz polícia

Caminhão teve carga saqueada após o acidente — Foto: Reprodução

Um homem foi linchado e morto na tarde desta quarta-feira, 22 de julho, após o atropelamento de uma criança, no bairro Getúlio Vargas, em Rio Grande, no Sul do RS. Conforme a polícia, ele estava na carona de um caminhão de gás, que atingiu acidentalmente uma menina de 7 anos.

A criança foi socorrida e internada, em estado estável, na Santa Casa da cidade. Segundo a delegada regional Lígia Furlanetto, ao pararem para prestar socorro, a vítima e o motorista foram agredidos pelos moradores que estavam no local.

Continua após as publicidades...

Receba notícias do site Portela Online pelo Whatsapp - clique aqui para entrar no grupo. Não tem mais vaga? Envie uma mensagem para (55) 99631-9327.

Continua a notícia...

O homem tentou fugir, mas foi alcançado e morto por tiros disparados pelo irmão da criança, segundo a Polícia Civil. Ele foi identificado como Márcio André da Conceição Loureiro, de 41 anos.

“Esses indivíduos vieram correndo de forma bárbara, vamos dizer assim, como demonstração de barbárie e nem sequer deram tempo de resposta. A vítima não conseguiu nem reagir. Eles eram em número muito maior dos dois que estavam ali e acabaram praticando esse crime extremamente violento”, diz a delegada.

O irmão foi preso em flagrante e autuado por homicídio qualificado.

Antes da chegada da polícia e da perícia no local do acidente, o caminhão teve a carga saqueada. A Polícia Civil disse que vai tentar identificar as pessoas e que elas podem responder por furto.

“Isso demonstra uma falta de humanidade, demonstra graves problemas que acontecem naquele bairro. Deveríamos nos perguntar por que adolescentes estão tão agressivos. Um crime de alta gravidade como esse”, completa a delegada.

O motorista foi ouvido pela polícia, e depois dispensado.

A investigação ficará a cargo do delegado Maiquel Fonseca, da 1ª Delegacia de Polícia de Rio Grande. Conforme a delegada regional, a polícia vai trabalhar para identificar os demais participantes das agressões. Eles poderão responder por homicídio qualificado.

A reportagem da RBS TV apurou que Márcio tinha dois filhos, um de 17 e outro de um ano. A esposa dele está grávida.

O enterro está marcado para às 15h horas desta quinta-feira (23) no cemitério da cidade.

 

Fonte: G1 – RS

Deixe um comentário