Presidente do PSDB fala na Janela Política Propostas e Apostas do site Portela Online

A programação da Janela Política: Propostas e Apostas, do site Portela Online, prossegue com sua agenda de entrevistas com os presidentes dos principais partidos em Tenente Portela.

Hoje, dia 07 de julho, a oportunidade foi concedida à presidente do PSDB, Salete Sala, e o primeiro questionamento feito foi em relação a como o partido está inserido atualmente no cenário político portelense. Salete afirmou que o PSDB tem uma história de mais de 20 anos no município, com vitórias e derrotas e que inclusive colaborou na eleição bem sucedida das últimos duas administrações. Disse que o PSDB chegou num estágio em que precisa se definir e encontrar seu caminho, pois todo partido tem a ambição de um dia chegar ao poder e que neste momento consideram-se amadurecidos e por esse fato decidiram deixar o governo (Salete ocupava cargo na Secretaria de Finanças até março) para defender ideias próprias. No momento junto à Câmara de Vereadores afirmou que trilham os caminhos da oposição, embora como partido perceba que de forma um tanto isolada, já que o MDB se distancia dessa posição.

A entrevistada declarou que já se trabalha há algum tempo a ideia de candidatura própria do PSDB, nos bastidores e junto à comunidade e que todo partido deseja indicar os seus elegíveis para prefeito, mas que numa renegociação sempre existe a possibilidade de ceder para que se consigam os objetivos.

Questionada sobre a existência de partido aliado ao PSDB hoje ela argumentou que os partidos que compartilham da posição de opor-se à situação naturalmente se aproximam, citando o PT e outros partidos menores, embora estes ainda não tenham se manifestado publicamente.

Na possibilidade de alianças, indagou-se se seu partido abriria mão da indicação a prefeito ao que Salete respondeu que as tratativas estão no início e que os envolvidos sabem que um precisará ceder. Para isso buscam analisar a densidade eleitoral dos pré-candidatos, a qual poderia agregar mais votos na eleição. Expôs que na visão do PSDB, as possibilidades de aliança na situação causam divisões e acabam por fortalecer a oposição, abrindo um leque de trabalho nesse sentido. Acrescentou: “Certamente, ali na frente, se apontado e for comprovado de que realmente a nossa candidatura não tem todo o embasamento eleitoral que a gente imagina que tenha, não teremos problema nenhum em ceder ou fazer uma composição”, e que se a isso se chegar mudariam inclusive os nomes apontados, pois nada é definitivo, tudo pode mudar e os agrupamentos partidários ocorrerão a medida que cada um se identifique com as propostas e projetos de governo apresentados, definindo-se as coligações oficiais.

Sobre a declaração do presidente do PDT de que o PSDB teria fechado as portas do diálogo, saindo do governo atual e posicionando-se como oponente, Salete alegou que nada é totalmente definitivo na política, mas que saíram justamente por não encontrar espaço de participação efetiva junto à atual aliança que governa.

Em relação ao MDB e comentários de possível aliança destes com a situação, a presidente afirmou que foram surpreendidos, pois inclusive estavam dialogando com o partido para uma possibilidade de unirem-se numa chapa de oposição, quando se divulga o interesse deste partido em integrar a aliança na situação para o pleito 2020. Esse fato veio a encerrar a conversação com o MDB, em específico com sua diretoria, a executiva, e não com os componentes do partido, igualmente descontentes com a possível e inédita coligação. Inclusive admitiu também mantém contatos com os descontentes da própria situação, diante dessa realidade de agregar o histórico e ferrenho adversário político ao grupo.

Encerrando, Salete Sala colocou que, como única mulher presidente de partido no município hoje, o trabalho é difícil, mas que o PSDB tem tentado negociar dentro de um projeto de governo que realmente contemple as necessidades do povo e as coligações ainda estão se firmando, nada é definitivo por enquanto.

Janela Política com o presidente do PDT, Darlan Vargas
Janela Política com o presidente do PT, Paulo Vilodre Goellner
Janela Política com o presidente do PP, Ercílio Neckel

Veja pelo Youtube e mais abaixo, se preferir, pelo Facebook

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: