Anúncios

No Dia Internacional da Onça-pintada, 29/11, terá programação no Parque Estadual do Turvo


O último reduto da onça-pintada no Rio Grande do Sul, Parque Estadual do Turvo, promove no dia 29 de novembro um dia intenso de atividades para celebrar o Dia Internacional da onça-pintada.

As atividades estão sendo organizadas pelo Núcleo de Estudos em Áreas Protegidas através do projeto “Onde a onça bebe água? Uma história para contar sobre o Parque Estadual do Turvo”. Será um dia com diversas atividades e vivências para toda a família em meio a natureza.

De acordo com os pesquisadores o Parque Estadual do Turvo tem assegurado ao longo do tempo a sobrevivência da espécie no estado. Entende-se que o principal fator para sua ocorrência atual no parque é a conexão que há entre o lado gaúcho e as selvas de Misiones, Argentina, onde a mata e a população de onças é muito maior. Assume-se que haja um fluxo de onças-pintadas entre os dois lados, atravessando o rio Uruguai.

Em relação ao futuro da espécie no Rio Grande do Sul, os pesquisadores apontam, não só a caça à onça-pintada e às suas presas podem representar ameaças, mas, também, o barramento do rio Uruguai previsto pelo projeto da Hidrelétrica Panambi que pode representar a extinção da espécie no território gaúcho.

Ainda na última semana as armadilhas em câmeras, instaladas pelo parque, filmaram, mais uma vez o passeio de uma onça yaboti.

Programação do dia da onça-pintada

8 horas – abertura

8h30 – ecocaching

10h30 – momento de criação artística

12 horas – intervalo para almoço

13h30 – teatro de fantoches

14h30 – pintura nas crianças e jogos

15h30 – trilha interpretativa

17 horas – encerramento

Último registro de uma onça no Parque do Turvo, dia 10 de novembro.

Primeiro registro de onça-pintada no Parque Estadual do Turvo, em outubro de 2016.

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: