Anúncios

Naufrágio com vítima fatal no Rio Uruguai – Laudo de necropsia desmente boato

Com o resultado do laudo é descartado o boato de que jovem tenha sido atingido pela embarcação durante o naufrágio

Equipe de mergulho do Rio Grande do Sul participou das buscas no rio / Foto: Divulgação Bombeiros

A Polícia Civil segue com as investigações que apura as responsabilidades no naufrágio de uma pequena embarcação que vitimou o jovem universitário de 19 anos, Andrei Franchini, durante a travessia entre Itapiranga/SC e Barra do Guarita/RS. O acidente ocorreu às 22h45 de quarta-feira, 6 de novembro.

As investigações estão a cargo da Delegacia de Barra do Guarita e uma das tantas dúvidas que ainda restam, uma foi esclarecida com a chegada do laudo oficial de necropsia na tarde desta terça-feira, 12 de novembro. Segundo informou a polícia, o laudo não apresentou ferimentos em nenhuma parte do corpo da vítima, muito menos fraturas, o que descarta boato de que o barco o tenha atingido no momento do naufrágio.

O laudo aponta morte por afogamento.

Sobre o caso

Na quarta-feira, 6 de novembro, a embarcação o qual Andrei Franchini de 19 anos era passageiro afundou quando realizava a travessia entre Itapiranga/SC e Barra do Guarita/RS. Conforme relatos de um dos sobreviventes ao site Portela Online, o barco começou a afundar na metade do percurso de cerca de 800 metros de extensão e após entrar água o barco virou e todos foram lançados no rio, alguns conseguiram boiar e evitar o afogamento, outros nadaram e os demais se agarraram na embarcação virada.

Ainda de acordo com os relatos, haviam coletes salva-vidas na embarcação, porém ninguém os utilizava. As vítimas pediram socorro e foram resgatadas por outras embarcações pequenas que estavam nas proximidades. Andrei foi o único que não conseguiu se salvar e acabou se afogando.

O corpo do estudante foi localizado pelas equipes de resgate a 3,2 km distante do porto da balsa, o barco 1500 metros antes. A vítima foi avistada por ribeirinhos boiando as margens do Rio Uruguai, mais precisamente no Porto do Paier localizado no Remanso do Uruguai, em Barra do Guarita, por volta das 8h15 de sábado. Devido a dificuldade de comunicação somente por volta das 9h as equipes de resgate ficaram sabendo de sua localização e providenciaram o encaminhamento para a Polícia Civil.

Andrei morava em Vista Gaúcha, filho do agricultor Bianor Franchini e a professora Lisiane Franchini. Estudava em uma Universidade Catarinense localizada em Itapiranga.

Notícias Relacionadas

Naufrágio com vítima fatal no rio Uruguai – Documentação de barco e de piloto estão em dia, diz polícia
Corpo de jovem estava à 3,2 km do porto da balsa
Encontrado corpo de jovem de 19 anos vítima de naufrágio entre RS e SC
Naufrágio do Uruguai – Embarcação foi encontrada a 1700 metros do ponto de partida
Localizada embarcação que naufragou no Rio Uruguai
Site Portela Online entrevista sobrevivente de naufrágio no Rio Uruguai
Jovem permanece desaparecido nas águas do Uruguai
Seguem as buscas por universitário de 19 anos desaparecido no Rio Uruguai em Barra do Guarita
Embarcação de pequeno porte transportando estudantes vira na travessia do Rio Uruguai

Vídeos Relacionados:

.

 

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: