Anúncios

Réu acusado de estuprar e matar idosa em Tiradentes do Sul é condenado a 20 anos de prisão

Crime aconteceu em maio deste ano. Mulher, de 89 anos, morava sozinha e foi atacada dentro de casa. Réu foi reconhecido por familiares da vítima.

Foto: Polícia Civil

Um homem, de 33 anos, acusado de estuprar e matar uma idosa, de 89 anos, foi condenado a 20 anos e seis meses de prisão em regime inicial fechado, em Tiradentes do Sul, na Região Noroeste do Rio Grande do Sul. Gomercinda Azambuja foi encontrada sem vida, dentro de casa, em maio deste ano.

Ele foi considerado culpado por homicídio duplamente qualificado, por meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima, além de estupro de vulnerável.

De acordo com o Ministério Público do Rio Grande do Sul, o homem, que está preso há quatro meses, não pode recorrer em liberdade. Ele foi reconhecido por familiares da vítima. Na casa da idosa, foram encontrados um boné e uma camiseta dele, no dia do crime.

O júri aconteceu no dia 26 de setembro, e a sentença foi divulgada na terça-feira (8).

O MP solicitou a identificação do perfil genético do condenado para armazenamento no banco de dados do estado.

Crime

No dia 11 de maio, por volta das 16h, o homem entrou na casa da idosa, em Ressaca de Campos Sales, no interior do município. Ela estava sozinha.

De acordo com a denúncia, ele arrastou Gomercinda, que estava debilitada, da cadeira até o sofá da sala. Para evitar que ela gritasse por socorro, o réu tapou a boca e o nariz da idosa, o que provocou a morte, segundo o MP.

Ao ouvir um dos filhos da mulher chegar, o homem pulou a janela e fugiu. No local, ele deixou um boné e uma camiseta. Ele foi reconhecido por familiares da vítima e preso dois dias depois do crime.

Fonte: G1-RS

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: