Anúncios

Athletico-PR vence o Inter no Beira-Rio e conquista a Copa do Brasil – Veja Melhores momentos

Com todos os ingredientes esperados em uma grande final, o Athletico-PR conquistou o título inédito da Copa do Brasil na noite desta quarta-feira (18)! No Beira-Rio, em Porto Alegre, o Furacão segurou o ímpeto do Internacional e venceu por 2 a 1, com gols de Léo Cittadini e Rony, já nos acréscimos, ficando com a tão cobiçada taça da competição nacional.

O jogo

Emoção nos primeiros 45 minutos! Com a desvantagem da derrota por 1 a 0 no jogo de ida, o Internacional apresentou uma postura mais ofensiva desde o início da partida. O time comandado por Odair Hellmann partiu para o ataque e finalizou mais vezes do que a equipe visitante. Já no primeiro minuto, Wellington Silva cruzou na área, Guerrero ajeitou de cabeça para Nico López, que chutou forte para o gol e viu o goleiro Santos fazer a defesa. Aos 19, outra boa chance colorada. Nico López recebeu de goleiro, perdeu o ângulo e cruzou para a área. Patrick chegou junto com Wellington Silva, que cabeceou para fora.

A partida seguiu movimentada e, aos 23, o Athletico abriu o placar no Beira-Rio. Rony avançou em contra-ataque pela esquerda e acionou Marco Ruben dentro da área. O camisa 9 passou para o meio e encontrou Léo Cittadini em ótima posição para dominar e deslocar Marcelo Lomba: 1 a 0. Com os ânimos à flor da pele, o Colorado seguiu em busca do gol e chegou ao empate aos 30 minutos. Após cobrar escanteio, o uruguaio Nico López percebeu o bate-rebate dentro da área e apareceu para pegar a sobra e completar para o fundo das redes: 1 a 1.

Na volta do intervalo, o Inter, precisando do resultado, fez duas alterações logo de cara. Rafael Sobis e Nonato entraram nos lugares de Patrick e Bruno, respectivamente. A mexida quase surtiu efeito aos oito minutos, quando Sobis cobrou falta com categoria e obrigou o goleiro Santos a fazer boa defesa. Instantes depois, o atacante cruzou na área, e Víctor Cuesta cabeceou à esquerda do gol. Embalado pela sua torcida, o Colorado seguiu tentando o gol, mas sem criar chances claras. Enquanto isso, o Athletico Paranaense foi administrando a vantagem e confirmou o título com um gol aos 51 minutos. Pela esquerda, Marcelo Cirino driblou dois marcadores e deu ótima assistência para Rony fazer 2 a 1 para o Furacão soltar o grito de “É campeão!”.

Fonte: CBF

Copa do Brasil – Final

Inter 1

Marcelo Lomba; Bruno (Nonato), Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenílson, Patrick (Rafael Sobis) e Nico López; Paolo Guerrero e Wellington Silva (Guilherme Parede). Técnico: Odair Hellmann.

Athletico-PR 2

Santos; Khellven (Madson), Robson Bambu, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington, Léo Cittadini (Lucho González), Bruno Guimarães e Nikão; Rony e Marco Ruben (Marcelo Cirino). Técnico: Tiago Nunes.

Gols: Léo Cittadini (23min/1ºT) e Rony (49min/2ºT), para o Athletico; Nico López (30min/1ºT), para o Inter.
Árbitro: Wilton Pereira de Sampaio (GO).
Cartões amarelos: Bruno, Nico López, Wellington, Marco Ruben, Rodrigo Moledo.
Renda: R$ 2.742.150,00.
Público: 44.804 pagantes (50.355 no total).
Local: Beira-Rio.

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: