Anúncios

Orientados pela vontade – Rabiscos do Silêncio

Todos nós nascemos livres para fazermos deste mundo lugar de esperança, amor e paz. Mas não podemos influenciar na liberdade das escolhas das outras pessoas, pois isto oprime os sentimentos e frustra as vontades construtivas que cada um de nós traz no seu interior.

E quando a pessoa descobre qual a direção da sua vida, no sentido profissional, precisamos dispor-nos a ajudar com palavras seguras de incentivo que façam desta pessoa alguém capaz de buscar, dentro das suas possibilidades, a realização da  realidade que começa como um sonho distante , visto por muitos pontos de interrogação semeados pelas dúvidas no caminho.

Muitas pessoas têm facilidade em tomar decisões na vida, enquanto outras encontram mais dificuldade por estarem sujeitas a influências familiares ou viverem a sua individualidade cercada de negatividade, prejudicando o amadurecimento de suas ideias. Porém nem todas as decisões que as pessoas custam a tomar na vida tem origem na negatividade, às vezes são decisões que precisam de tempo para que não se precipitem e cometam erros irreversíveis.

É preciso saber reconhecer o esforço que as pessoas fazem em justificar sua atuação na sociedade como personagem da sua própria história, pois a vida com todo merecimento precisa de integração social. Ninguém consegue viver isolado sem contato com outras pessoas ou outras experiências na sua consciência. E toda experiência que não é compartilhada se destrói ou fica alimentando a individualidade sem as marcas positivas que podem provocar na sociedade.

Muito bom ver pessoas que saibam abraçar caminhos seguros de realizações pessoais e se esforçam para poder dar à vida todo reconhecimento que ela merece, sendo felizes na profissão que exercem. Pessoas equilibradas que tem um grande amor pelo que fazem. Não trabalham com arrogância ou demostram apatia, sem emoções positivas, enfim, que assumem a profissão com responsabilidade.

Precisamos compreender o valor que cada pessoa tem na sua vida. Esse valor é seu e por ser mais introvertido não pode ter menos valorização que as outras pessoas extrovertidas. A capacidade de aceitar e buscar um equilíbrio entre as pessoas precisa ter a dimensão de acolhida, do contrário estaremos fingindo que aceitamos as diferenças com sentimento desequilibrado, sem as marcas do amor.

A inserção das pessoas machucadas e que sofrem pela ausência de orientação na vida, precisa ter mais presença emocional positiva.  Não estamos neste mundo para destruir os sentimentos na vontade do desejo que nasce na essência do íntimo de todos nós. E quando desrespeitamos as feridas que as pessoas sofrem por não poderem alcançar seu desejo no objetivo de realização pessoal na vida, estaremos fechando a nossa consciência a oportunidade de abrir-nos à dimensão do amor, anulando a vontade de cicatrizar ou de ajudar na cura do sofrimento emocional  que a pessoa estiver submetida.

E as pessoas que se transformam pela presença emocional positiva. Saem do seu sofrimento com a renovação da vida equilibrada e sentem vontade de espalhar paz, amor e esperança, reorganizam o caminho da existência com novos objetivos que o desejo mostrar. Não ficam reprimindo sentimentos e tem um horizonte aberto as grandes realizações pessoais, pois tiveram o toque da positividade na aceitação de palavras seguras de quem soube compreender e compartilhar a dor que o desequilíbrio lhe causou.

Portanto, a vontade de ajudar as outras pessoas na organização dos pensamentos  transforma vidas e livra muitos corações de obter sentimentos de desânimo frente aos problemas da existência. E precisamos conhecer, buscar e aceitar a condição do sofrimento em que se encontra, acolhendo com a elevação de uma renovação profunda da nossa fé. E as pessoas precisam sentir a presença transformadora que lhes dê segurança na certeza de ver a vida ser reassumida com a paz interior, na leveza que o amor proporciona.

 

 

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: