Anúncios

Homem de 55 anos morre por gripe no RS e eleva número de casos para oito em 2019

Bauru e Marília recebem 19 mil doses de vacina contra a gripe — Foto: Prefeitura de Marília/Divulgação

Um homem, de 55 anos, morador de Santo Ângelo, no Noroeste do Rio Grande do Sul, morreu por gripe A (H1N1), no domingo. 16 de junho. O paciente é a oitava vítima da doença no Rio Grande do Sul, em 2019.

Até o último balanço, divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde na terça-feira (18), com dados até 15 de junho, havia o registro de sete mortes por influenza. Os dados da SES são atualizados até o sábado de cada semana.

De acordo com o coordenador da 12ª Coordenadoria Regional de Saúde de Santo Ângelo, Yuri Sommer Zabolotsky, o resultado do exame foi confirmado pelo Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN/RS), na tarde de terça.

O paciente foi internado na Associação Hospitalar de Caridade Santo Ângelo no dia 10 de junho com sintomas de gripe A, de acordo com a instituição. Ele não havia sido vacinado contra a doença.

Outros casos

Uma mulher, de 54 anos, moradora de Alegrete, na Fronteira Oeste, morreu no dia 27 de maio vítima de H1N1. Ela não havia sido vacinada na última campanha.

Um homem, de 54 anos, morador de Novo Hamburgo, no Vale do Sinos, morreu por gripe A (H1N1) no dia 30 de maio. Ainda não se sabe se ele era vacinado.

Em Sapiranga, uma menina de 11 meses foi vítima da doença, no dia 19 de maio. O laudo confirmou que a criança teve H3N2, além de bronquiolite aguda.

No dia 11 de maio, em São Gabriel, um idoso morreu depois de contrair o tipo de vírus influenza A H1N1

Em 2 de maio, uma paciente, de 79 anos, que morava em Barra do Ribeiro, morreu após ter sido internada em Porto Alegre com infecção pela variação H3N2.

Também foram registradas mortes por gripe A (H1N1) em Três Coroas, no Vale do Paranhana, e em Santa Rosa, no Noroeste do estado, onde uma pessoa morreu por influenza B.

Fonte: G1-RS

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: