Afogamentos fazem ao menos sete vítimas fatais no RS durante feriado

O feriadão de Natal deixou saldo de pelo menos sete mortes devido a casos de afogamento no Rio Grande do Sul. A maior parte dos registros foi em águas internas, nos locais sem presença de guarda-vidas. Uma pessoa está desaparecida.

Em Osório, uma adolescente de 13 anos morreu ao entrar na água para se banhar com amigos em uma jazida do município do litoral Norte, na tarde dessa terça. Conforme as informações preliminares, o local, que fica às marges da Estrada do Mar, não é indicado para banho. A menina submergiu por volta das 15h e não voltou à superfície. Os bombeiros advertem os veranistas para o perigo em usar o espaço.

Continua após as publicidades...
Continua o texto...

Em Arambaré, na Costa Doce, um homem de 55 anos morreu afogado no arroio do Brejo. Ele desapareceu em meio a uma pescaria com familiares. Os relatos dão conta de que ele tentou atravessar o riacho a nado, mas não conseguiu vencer o percurso e submergiu. A vítima chegou a ser resgatada pelos bombeiros, mas não resistiu.

Em Gravataí, na região Metropolitana, um jovem de 19 anos morreu após se afogar em uma piscina natural na região do bairro Morungava, também nessa terça. O rapaz entrou na água acompanhado de amigos, mas não pode ser salvo. Ele teve a morte constatada por uma equipe do Samu, que não conseguiu reanimá-lo.

No domingo, uma menina de 12 anos morreu afogada durante uma festa de confraternização em Morrinhos do Sul, no litoral Norte. Conforme as informações da empresa onde a mãe da vítima trabalha, o grupo de funcionários e familiares fazia um encontro de fim de ano quando Gabrielli de Oliveira entrou em um riacho para nadar e não voltou à superfície. O Corpo de Bombeiros resgatou o corpo da menina cerca de 30 minutos após o afogamento. O sepultamento ocorreu, na segunda-feira, em Carazinho.

No mesmo dia, o Corpo de Bombeiros iniciou as buscas ao jovem Taylor da Silva de Souza, de 22 anos, que desapareceu no domingo ao entrar na barragem do Arroio Duro, em Camaquã. O local é considerado de difícil acesso. Acionado, o grupamento de mergulhadores do Corpo de Bombeiros retirou o corpo de Taylor na tarde de segunda-feira.

No sábado, um menino de quatro anos morreu após se afogar em uma piscina em meio a um retiro religioso no interior de Gravataí. Uma pessoa também morreu e outra segue desaparecida após sumir nas águas do mar na praia de Pinhal Sul, em Balneário Pinhal.

 

Fonte: Correio do Povo

Post Author: Portela Online