Investigação apura ligação entre acidente fatal e morte a facadas em Horizontina

Ao sair da pista na RS-305 com um Gol, por volta de 9h, Ailson Faustino, de 28 anos, colidiu em uma árvore e morreu na hora
Polícia Civil / Divulgação

A Polícia Civil investiga a ligação entre duas mortes em Horizontina, na região noroeste do Estado. Por volta das 9h deste sábado, 22 de dezembro, Ailson Faustino, de 28 anos, dirigia um Gol pela RS-305 quando saiu da pista e colidiu em uma árvore à margem da rodovia. O motorista morreu na hora.

Conforme Arderson Cardoso, da Polícia Civil de Santa Rosa, a ligação com a segunda morte começou a ser investigada quando a identidade da vítima foi divulgada e conhecidos foram avisar Bruna Aparecida Santos Lemos, de 25 anos, companheira de Ailson. Bruna foi encontrada morta a facadas entre o quarto e a cozinha da casa em que o casal morava, na Rua Cascata.

Continua após as publicidades...

Receba notícias do site Portela Online pelo Whatsapp - clique aqui para entrar no grupo. Não tem mais vaga? Envie uma mensagem para (55) 99631-9327.

Continua a notícia...

A desconfiança de que havia algo de errado partiu da patroa de Bruna, que havia deixado ela em casa na noite anterior quando ela encerrou expediente em um bar. Pela manhã, quando foram comunicar Bruna do acidente com Ailson, a casa estava trancada e o telefone dela chamava sem atender. A Brigada Militar arrombou a porta e deparou com o corpo.

Havia sinais de luta corporal, como móveis bagunçados e ferimentos nas mãos, em posição de defesa. Ela também apresentava diversas facadas no tórax, pescoço e pernas. A arma do crime, uma faca de cozinha, estava junto ao corpo.

Em razão da violência do acidente e por ter sido atendido antes de Bruna, não foi possível identificar se havia em Ailson algo que o ligasse a cena do crime em sua casa. Ele não tinha antecedentes criminais e os vizinhos, ouvidos informalmente, não relataram nada de atípico sobre o casal. Por ora, também não surgiram testemunhas de briga nas horas que antecederam as mortes.

O Instituto-Geral de Perícias passou a tarde trabalhando na residência. O crime será investigado pela Polícia Civil de Horizontina. Ailson foi uma das pelo menos nove vítimas fatais do trânsito no Rio Grande do Sul desde o início do feriadão de Natal.

 

Fonte: GauchaZH

Deixe um comentário