Clique aqui para acessar

Comitivas da Amzop e Celeiro são recebidas pelo Governo Chinês em Pequim

Reprodução

Vencendo o cansaço de 30 horas de voo e um fuso horário de 11 horas, os representantes das regiões da Produção e Celeiro, que estão em solo Chinês, começaram a cumprir uma série de audiências e compromissos assim que ingressaram no país asiático.

Ainda no domingo, a comitiva visitou a grande muralha que desde 1987 é considerada um patrimônio mundial. No mesmo dia, aconteceu também a visita a cidade proibida, que por muitos anos foi o palácio imperial, inaugurado em 1420. A visita a estes pontos fez parte da contextualização histórica para os visitantes.

Entre os compromissos oficiais, a primeira agenda foi uma visita com reunião almoço na sede da empresa estatal chinesa, que controla setenta por cento do comércio de alimentos no País. A comitiva também visitou o Centro Tecnológico de Pequim e uma Usina que transforma lixo em energia elétrica.

A missão regional também esteve no centro de eventos onde se reúnem chefes de estado da APEC, Cooperação Econômica Ásia – Pacífico, local que geralmente é aberto apenas para autoridades. Ainda em Pequim, aconteceu a visita a um empreendimento que está em construção e colocará em exposição produtos brasileiros.

Segundo o presidente da Amzop, prefeito de Liberato Salzano, Gilson de Carli, o proprietário do local abriu as portas para expor também os produtos da nossa região. A construção tem a forma de um castelo e foi erguida em quatro meses, demostrando a agilidade existente naquele país.

Jantar oficial com integrantes do Governo

O último compromisso na capital chinesa foi um jantar oficial que reuniu lideranças do Partido Comunista Chinês, fundado em 1921 e que governa o País desde 1949. O evento reuniu também empresários e demais autoridades e contou com apresentações artísticas e culturais.

Na oportunidade, o presidente da Amzop destacou em pronunciamento, representando a missão, as potencialidades das regiões da produção e celeiro, entre as quais a exploração de minerais, turismo e produção de alimentos, com cerca de 80% das terras agricultáveis. O encontro contou com a participação de mais 100 empresários e lideranças.

De Pequim, a missão segue para Xangai, onde visita um centro tecnológico de vídeo monitoramento, pratica que os gestores têm interesse de trazer para a região. Segundo de Carli, a viagem está sendo de muito aprendizado e com muitas experiências que podem der colocadas em pratica nos municípios gaúchos.

Fonte: ASCOM

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: