Vice-prefeito de Agudo é preso em operação que investiga organização criminosa

Investigação apura organização criminosa que atua na administração municipal (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

O vice-prefeito de Agudo, município de pouco mais de 17 mil habitantes localizado na Região Central do Rio Grande do Sul, foi preso na manhã desta quarta-feira, 13 de junho, pela Polícia Civil em operação que investiga uma organização criminosa que atua na administração municipal. Além dele, outras seis pessoas também foram presas nesta manhã.

Moises Carlos Kilian (MDB) e os demais investigados são suspeitos de corrupção ativa e passiva, peculato, fraudes licitatórias, organização criminosa e lavagem de dinheiro. O vice-prefeito nega as acusações.

De acordo com a polícia, são cumpridos 35 mandados de busca, quatro de prisão, além de nove ordens judiciais de bloqueio de ativos e indisponibilidade de bens em Agudo, Santa Maria, Cachoeira do Sul, Canoas e Porto Alegre.

Não foram divulgadas mais informações pelas autoridades, que convocaram uma coletiva para fornecer mais detalhes a respeito da Operação Fogo Fátuo ainda para esta manhã.

Fonte: G1 – RS

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: