Casal é preso suspeito de matar taxista de Frederico Westphalen

Foto: Divulgação Polícia Civil

Nesta quinta-feira, 31 de maio, nas cidades de Condor e Panambi, a Polícia Civil prendeu os dois indivíduos suspeitos de terem sido os autores do latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte, que vitimou o taxista Ervino Sabino da Silva, de 68 anos, de Frederico Westphalen. O crime ocorreu na noite de 13 de maio, em uma estrada rural, no interior de Redentora.

De acordo com o delegado Eduardo Ferronato Nardi, em nota à imprensa, o casal de namorados, após interrogados, foram encaminhados para o Presídio Estadual de Frederico Westphalen, onde cumprirão o mandado de prisão temporária.

Ainda, as investigações apuraram que na noite do crime, uma mulher residente em Panambi teria solicitado que o taxi conduzido pela vítima o transporta-se da Rodoviária de Frederico Westphalen, onde ela aguardava-o, até a cidade de Erval Seco. Naquela cidade, um segundo passageiro, namorado da passageira residente em Condor , ingressou no veículo e fez com que os levasse até o interior de Redentora, onde anunciou o assalto e posteriormente, efetuou os dois disparos de arma de fogo que mataram o taxista. Foram levados objetos da vítima, como celular e carteira, com dinheiro em espécie e documentos pessoais, que ainda não foram recuperados.

Também foram cumpridos mandados de busca e apreensão, dois em Condor e um em Panambi, acarretando na captura de uma espingarda de pressão adulterada para calibre 22 e diversos objetos que serão utilizados na investigações, como aparelhos celulares, notebook e peças de vestuário.

A ação da Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Frederico Westphalen, contou com o apoio das DPs de Condor, Panambi, Seberi e Vicente Dutra, e da Brigada Militar.

Fonte: O Alto Uruguai

Notícias Relacionadas

Corpo de homem é encontrado no interior de Redentora

 

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: