Clique aqui para acessar

Protesto de caminhoneiros segue em Tenente Portela

Foto: Sandro Medeiros – Portela Online

O protesto dos caminhoneiros parece estar longe de terminar, pelo menos é a impressão deixada nas últimas horas. Os comentários entre os manifestantes é que para encerrar definitivamente o movimento, o governo precisaria aumentar de dois para seis meses o desconto de R$ 0,46 no litro do diesel.

Em decorrência dos bloqueios,  Tenente Portela e região tem enfrentado o desabastecimento em alguns setores. Os postos estão sem uma gota de combustível e a esperança é conseguir através do auxilio da segurança pública. No Hospital Santo Antônio cirurgias eletivas e diversos exames já foram desmarcados. Frutas e verduras são escassas nos mercados desde o início das manifestações e agora os produtos derivados de laticínios e frios começam a faltar.

O site Portela Online foi nesta tarde até o entroncamento da RSC-472 com a BR-163 onde estão concentrados os manifestantes em Tenente Portela. De acordo com um dos representantes do movimento apenas veículos de carga estão sendo impedidos de seguir viagem, os demais seguem normalmente como é possível verificar em imagens gravadas em vídeo por nossa reportagem – Em breve no site.

Em razão do desabastecimento o prefeito do município de Tenente Portela, Clairton Carboni, decretou situação de Calamidade Pública.

Noticias Relacionadas

Vídeo contendo entrevista mostra manifestação de caminhoneiros em Tenente Portela

As aulas estão suspensas em Tenente Portela nesta segunda-feira

Daer garante funcionamento do transporte intermunicipal durante o feriado

Fechar
%d blogueiros gostam disto: