Investigado pelo MP, prefeito de Planalto tem pedido de afastamento aceito

Prefeito será afastado por um período de seis meses. Foto: Reprodução RBSTV

O prefeito do município de Planalto, no Norte do Estado, Antônio Carlos Damin, foi afastado do cargo por um período de 6 meses. A câmera de Vereadores do município, se reuniu no início da tarde desta segunda-feira, 21 de maio, às 12h30min em sessão extraordinária, para apreciação de pedido de licença para tratamento de saúde, protocolado pelo prefeito. O pedido foi aprovado pelos vereadores.

Damin é investigado pelo Ministério Público, suspeito de oferecer dinheiro a uma adolescente em troca de sexo. O Chefe do executivo é também acusado de estupro de vulnerável. Além disso, teria mostrado fotos e vídeos de outras jovens nuas, da cidade.

O prefeito concedeu uma entrevista coletiva e negou as acusações. Damin afirmou que não fez nenhuma proposta à garota e alegou ter sido mal interpretado pela suposta vítima. O prefeito ainda deverá se pronunciar oficialmente sobre o afastamento.

 

 

 

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: