Clique aqui para acessar

‘Nunca fiz isso’, diz prefeito suspeito de ter oferecido R$ 1 mil a adolescente em troca de sexo no RS

Antônio Carlos Damin negou as acusações e disse que apenas deu aulas de matemática para a adolescente que o denunciou (Foto: Reprodução/RBS TV)

O prefeito suspeito de ter oferecido R$ 1 mil para uma adolescente de 13 anos em troca de sexo na cidade de Planalto, no Norte do Rio Grande do Sul, negou as acusações que originaram a investigação conduzida pelo Ministério Público na terça-feira, 15 de maio.

“Nunca fiz esse tipo de coisa”, afirmou Antônio Carlos Damin.

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão na prefeitura e em imóveis do prefeito, que ainda na terça se pronunciou sobre as denúncias de exploração sexual, estupro de vulnerável e armazenamento de material pornográfico envolvendo menores de idade.

“Eu nunca fiz proposta nenhuma, se ela entendeu alguma coisa, entendeu errado, nunca fiz isso”, afirmou o Damin, cujo gabinete foi alvo de mandados de busca e apreensão.

“O que eu fiz foi ajudá-la com conselhos. Inclusive, passei uma tarde explicando operações de matemática para ela (…), estava no final do ano, mas ela acabou rodando, mais uma decepção para a mãe e para o pai, para todos”, acrescentou.

De acordo com a denúncia feita pela adolescente, o prefeito ainda mostrou a ela fotos de outras jovens da cidade, o que motivou o mandado de busca e apreensão conduzido no gabinete e em imóveis de sua propriedade. Damin negou todas as acusações: “Não acredito nisso”.

 

Texto: G1-RS

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: