Licenciamento 2017 vence em 31 de maio para veículos com placas final 4, 5 e 6

Proprietário deve quitar, além do IPVA, o seguro obrigatório, a taxa de expedição do documento e multas vencidas – Foto: Divulgação/DetranRS

Com a chegada do mês de maio, o DetranRS alerta os proprietários de veículos com placas de final 4, 5 e 6 para o vencimento do licenciamento 2017. O documento 2018 passa a ser exigido para esses veículos a partir do dia 1º de junho.

O proprietário deve quitar, além do IPVA, o seguro obrigatório (DPVAT), a taxa de expedição do CRLV (Certificado de Registro e de Licenciamento do Veículo) e multas vencidas, se houver. Caso tenha pago o IPVA e ainda não tenha recebido o documento, o proprietário deve primeiro verificar junto ao DetranRS se quitou todos os itens que compõem o licenciamento ou ainda se há algum processo pendente. É possível consultar a situação do veículo e do envio do documento no site, em Consulta de Veículos,  informando a placa e o Renavam.

Embora o prazo para o pagamento do IPVA de todos os veículos tenha vencido em abril, a validade do licenciamento 2017 varia conforme o número final da placa. Para as placas de final 1, 2 e 3, o prazo expirou em 30 de abril e o documento de 2018 já é obrigatório desde 1º de maio. Já os veículos de finais de final 7 e 8 têm prazo até 30 de junho; e para as placas de final 9 e 0, até 31 de julho.

O DetranRS alerta ainda que dirigir veículo com licenciamento vencido é infração gravíssima, passível de multa de R$ 293,47, sete pontos na CNH, além de remoção do veículo a depósito, até a regularização.

Para mais informações e dúvidas o contato pode ser através do FaleConoscodo site, do Disque DetranRS – 0800510-3311 ou (51) 3288-2000 (de celular, ou de fora do RS), ou ainda da página oficial do DetranRS no Facebook.

Aviso pelo celular

O proprietário de veículo pode ser avisado por email ou mensagem de celular quando o documento for emitido. Basta cadastrar-se na Central de Serviços do DetranRS. O cadastro é feito pelo site do DetranRS ou baixando o aplicativo na App Store e Google Play.

Texto: Letícia Sielecki/DetranRS

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: