Clique aqui para acessar

Polícia do RS apreende punhal desaparecido durante filmagens de ‘O Tempo e o Vento’

Punhal apreendido pela polícia em Cruz Alta, no Noroeste do Rio Grande do Sul (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

A Polícia Civil em Cruz Alta apreendeu na sexta-feira (20) um punhal, avaliado em cerca de R$ 25 mil, usado no filme “O Tempo e o Vento”, mas que havia desaparecido durante a produção.

A peça foi produzida por Don Cássio Selaimen, um dos mais tradicionais cuteleiros do Brasil, com aço damasco, para ser utilizado por um dos personagens do filme baseado na obra de Érico Veríssimo.

Após as filmagens, o punhal seria leiloado e o valor arrecadado seria revertido para a Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, mas acabou sendo furtada durante as filmagens.

Um morador de Cruz Alta, no Noroeste do Rio Grande do Sul, comprou o punhal em um leilão virtual conduzido por uma casa de leilões do Rio de Janeiro. O cuteleiro responsável pela produção da peça registrou boletim de ocorrência ao perceber que se tratava do item sumido.

Na sexta-feira, policiais da 1ª Delegacia de Polícia de Cruz Alta apreenderam a peça, em meio a investigação que apura o furto e receptação.

Conforme a polícia, a pessoa que comprou o punhal não tinha conhecimento acerca da origem do punhal, uma vez que o item foi comprado em uma empresa de leilões, e que não sabia que tinha sido usado em uma produção cinematográfica.

A polícia vai apurar agora como o item desapareceu, e se a casa de leilões adotou todas as medidas possíveis para assegurar a origem do item vendido.

Fonte: G1-RS

Fechar
%d blogueiros gostam disto: