Clique aqui para acessar

Justiça interroga vereador, ex-cacique da Reserva Indígena do Guarita

Momento exato em que o réus chega as dependências do Fórum de Tenente Portela / Foto: Portela Online

Chegou escoltado pela Susepe por volta das 14h desta quinta-feira, 12 de abril, no Fórum de Tenente Portela, o vereador e ex-cacique da Reserva Indígena do Guarita, Valdonês Joaquim. Ele está preso preventivamente e é réu no processo que julga sua participação nos dois assaltos as agências bancárias de Miraguaí, crimes ocorridos em fevereiro do ano passado.

Durante esta quinta-feira além de interrogar o réu, o juiz realizará a inquirição de testemunhas. O processo corre em segredo de justiça.

O Ministério Público que acusa o envolvimento do ex-cacique  e vereador mais votado no município na última eleição e seu pai, Valdir Joaquim. De acordo com o promotoria ambos teriam propiciado a logística para os assaltantes, como por exemplo local para pernoitar, treinamento de tiro ao alvo, além do deslocamento por dentro da reserva.

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: