Justiça ouve testemunhas do caso dos assaltos a bancos em Miraguaí

Estas e outras viaturas estão nas imediações do Fórum / Foto: Divulgação Diones Roberto Becker

Acontece na tarde desta quarta-feira, 7 de março, no Fórum de Coronel Bicaco, a precatória de inquirição de duas testemunhas do caso dos assaltos simultâneos as agências do Banrisul e Sicredi de Miraguaí. Os ataques ocorreram em 06 de fevereiro do ano passado. A audiência que será conduzida pelo Juiz de Direito, Ruggiero Saciloto, teria início às 15h30min.

Valdonês Joaquim, que foi destituído do cargo de cacique da Terra Indígena do Guarita, deverá acompanhar o relato das testemunhas. De acordo com a investigação, a ex-liderança indígena forneceu suporte para os criminosos que roubaram dinheiro das agências bancárias. Valdonês Joaquim está preso desde 2017.

Um forte aparato de segurança está montado nas imediações do Fórum de Coronel Bicaco. São vários policiais militares e viaturas. Até o momento, nenhum fato atípico foi registrado.

Outra precatória de inquirição com demais testemunhas do caso está prevista para a tarde da próxima sexta-feira.


Por Diones Roberto Becker – Especial 

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: