Clique aqui para acessar

Boa Vista das Missões: Investigação sobre desaparecimento de contadora receberá reforços

Sandra Mara sumiu em 30 de janeiro, em Palmeira das Missões. FOTO – Reprodução/Facebook

O delegado regional Carlos Beuter e a delegada de Palmeira das Missões, Cristiane Van Riel, anunciaram em coletiva à imprensa nesta sexta-feira, 16 de fevereiro, que a investigação sobre o desaparecimento da contadora Sandra Mara Lovis Trentin, de 48 anos, vai ganhar reforços a partir da próxima segunda-feira. A moradora de Boa Vista das Missões sumiu no dia 30 de janeiro, quando, pela manhã, saiu de seu escritório e foi à cidade vizinha para resolver problemas de trabalho.

A decisão de enviar mais agentes para apurarem o caso foi tomada pela Administração Superior da Polícia Civil, que está acompanhando as investigações, assim como o Ministério Público, afirmou Beuter. “Essa investigação, como outras, é uma espécie de quebra-cabeças sendo montado. Dia a dia se esclarece uma nuance, uma circunstância desse fato e a partir daí surgem diversas diligências a serem feitas”, pontuou Beuter.

Sandra Mara é casada com o presidente da Câmara de Vereadores de Boa Vista das Missões, Paulo Landfeldt, e tem quatro filhos: o mais velho de 26 anos e três meninas, uma de 16, outra de 11 e a caçula de 5.

Inquérito é tratado como prioridade

Coordenadora do inquérito, a delegada Cristiane disse que o desaparecimento é prioridade da Delegacia de Polícia de Palmeira das Missões. “Estamos vasculhando a vida dela em âmbito profissional, pessoal, os vínculos de amizade… Todas as hipóteses e informações que chegam são checadas. Várias renderam frutos, outras ficaram como meros boatos. Sobre a hipótese de sequestro, até agora não houve pedido de resgate”, expôs.

Ainda no dia 30 de janeiro, depois que a família notou que Sandra não voltou até o meio-dia, localizou a caminhonete que ela utilizava estacionada no Centro de Palmeira das Missões, perto do 35 CTG. O veículo se encontrava trancado, foi aberto com uma chave reserva e embora não tivesse sinais de violência, seu interior estava revirado. Dentro dele, foram encontrados documentos pessoais das filhas, dinheiro, a bolsa e os chips do celular de Sandra, mas o aparelho não.

A autoridade policial ressaltou que a contadora passou pela Junta Comercial e uma testemunha relatou que a viu sozinha quando estacionou a caminhonete. O veículo foi recolhido para o guincho e passou por perícia papiloscópica, que identifica impressões digitais. Um segundo exame foi realizado na tarde de sexta-feira por uma equipe do Instituto-Geral de Perícias de Santo Ângelo.

Informações que possam ajudar no esclarecimento do caso, inclusive anônimas, são aceitas pelo telefone (55) 3742-1047.

 

Fonte: Jornal Folha do Noroeste

Clique aqui

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: