Homicídios e Latrocínios aumentaram na Região Celeiro em 2017 diz polícia

O relatório com os dados estatísticos do ano de 2017 divulgado pela 22ª Região Policial diz que houve aumento no número de homicídios e latrocínios na Região Celeiro.

Foram registrados 28 homicídios consumados no período, sendo que a polícia diz ter elucidado 75% dos casos, ou seja, determinado as autorias dos mesmos. Os latrocínios também tiveram alta, sendo registrados 5 casos na região, dos quais 80%  também já são de autoria conhecida.

Ao todo, na Região Celeiro, a Polícia Civil realizou 12.371 registros de ocorrências, instaurou 3.782 procedimentos policiais e remeteu ao Poder Judiciário e Ministério Público 3.986 procedimentos entre inquéritos, termos circunstanciados e procedimentos de apuração de ato infracional.

A violência doméstica resultou no encaminhamento ao Poder Judiciário de 727 pedidos de medidas protetivas.

Foram realizadas 14 operações policiais, apreendidas 51 armas de fogo e retiradas das ruas drogas, como: maconha, cocaína, crack, ecstasy e LSD.

Durante o ano de 2017, a Polícia Civil da 22ª Região Policial efetivou a prisão de 257 pessoas, que foram encaminhadas para o sistema prisional.

No relatório apresentado pela Polícia Civil não constam dados estatísticos dos demais crimes, apenas o número total de ocorrências registradas já citadas anteriormente.

A 22ª Região Policial é composta pelos 21 Municípios da Região Celeiro com 14 Delegacias de Polícia e 01 (um) Posto da Mulher.

 

SEM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta