Clique aqui para acessar

Rabiscos do Silêncio – Viva o aniversariante

 

Que bonita é a atitude de prestar nossa homenagem àquele que viveu, morreu e ressuscitou por nós. Sempre na condição de enviado de Deus, sendo luz do mundo para fortalecer os laços objetivos do caminho, da verdade e da vida, tendo em vista o grande amor que Ele tem pela humanidade.

Muito bacana ver as praças das nossas cidades enfeitadas, as casas iluminadas com o colorido das luzes, as pessoas promovendo passeios com visitas e se integrando a tudo o que representa o natal na vida de todos nós. As crianças esperando a manifestação dos adultos: pais, padrinhos, tios e outros parentes, para poderem desfrutar da simpatia, do afeto e receberem seu presente, na alegria contida no presépio dos seus corações.Também as diversas entidades com suas iniciativas fazendo campanhas para tornar o natal das crianças carentes um pouco mais feliz. Os fieis buscando dentro das suas religiões o aprimoramento da fé, com as diversas celebrações que acontecem nesses dias.

É uma data diferente, pois faz com que as pessoas ganhem um sentimento novo, através da abertura ao perdão, solidariedade e caridade. Essa é uma grande oportunidade de mudar, limpar e purificar nosso coração de tudo o que estiver prejudicando a busca por Deus. E faz muito bem poder dar essa oportunidade para nossas vidas, mudando o que não está favorecendo a convivência harmoniosa entre as pessoas.

Todos nós temos dentro da nossa consciência algo que precisa ser mudado para que o amor possa exercer a sua liberdade com a compenetração de um sentimento organizado. Isso prova que Deus não nos abandona, mas faz de nossas vidas pertencentes a sua justificada presença através de Jesus Cristo.

Não é um Deus distante ou ausente deste mundo que fica lá no céu separado de nós. Ele caminha conosco e preenche nossas vidas de esperança, caridade e luz, na mais elevada sintonia desta grande presença. E Jesus Cristo está em nós, para que passamos organizar a nossa vida através do amor. Não existe lei ou conceito que supera o amor, pois quem ama respeita a liberdade que está intrínseca em cada um.

E Deus respeita a liberdade das pessoas. É preciso não se acomodar e após o natal fazer o propósito de continuar a conviver com tudo o que favorece nossos relacionamentos e convivências de maneira progressiva e intensa. Isso porque o dia 25 de dezembro é um tempo favorável para podermos parar diante do nosso coração e ver onde precisamos acender luzes da verdade, paz e motivação para que as pessoas possam viver mais dignamente recebendo os reflexos do amor.

Afinal, de sinais de trevas o mundo está carregado, basta abrir as janelas da nossa consciência e sintonizarmos com o barulho exterior: São roubos, violência, mentiras, fofocas, exploração, que fazem o menino Jesus sofrer as consequências da fome, frio e falta de dignidade presente na sociedade e nas famílias que são sua manjedoura.

Precisamos valorizar esse grande presente que Deus nos deu, tendo fé com ações que favoreçam a promoção da vida entre as pessoas, sendo submissos a lei do amor, sabendo dar o verdadeiro sentido a nossa passagem terrena. Alegrar-nos por estarmos inseridos na vida de Jesus Cristo, com seu espírito transformador, que nos transmite muita coragem para podermos vencer as turbulências que se apresentam diante de nós. È preciso dar valor a tudo o que promove paz, verdade e justiça, ajudando-nos mutuamente no desbloqueio das coisas que prejudicam a manifestação da vida, pois Jesus Cristo merece nossa homenagem, pois estando junto de nós nesta caminhada terrena, nos integrou como pertencentes a vida espiritual.

Não é algo abstrato ou fora de nosso alcance, mas certeza que nos faz mover-nos com nossas ações para essa revelação por toda a humanidade. É preciso se dispor a trabalhar com alegria e dedicação pela integralidade de todos, respeitando os valores que cada um traz no seu coração com atitudes que demonstrem essa retribuição de amor de Deus Pai e não desfazer, criando caminhos adversos que prejudiquem a fé, a coragem e dignidade das pessoas; apresentando nossos presentes de perdão, inclusão e partilha, doando aos necessitados uma presença, uma palavra ou até mesmo uma orientação que valorize a sua vida nos mais variados problemas que estiverem passando. Este presente não se faz necessário embrulhar, apenas revelar com a consciência livre, leve e aberta para que o Cristo seja valorizado na essência de todos nós. FELIZ E ABENÇOADO NATAL A TODOS!

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: