Clique aqui para acessar

Operação Blindado combate negociação de armas e drogas pela internet

 

Oito pessoas foram presas e uma arma foi apreendida – Foto: Polícia Civil/Divulgação

A 1ª Delegacia de Investigações do Narcotráfico (1ª DIN) do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc), desencadeou na manhã desta quarta-feira (29), a Operação Blindado, para combater um esquema de negociação de armas e drogas pela internet. As investigações duraram aproximadamente 10 meses e foram cumpridas 97 ordens judiciais, entre mandados de busca e apreensão e de prisão. Durante as ações desta quarta, concentradas em Porto Alegre, oito pessoas foram presas e uma arma foi apreendida.

Pessoas de 31 municípios do Rio Grande do Sul, além de São Paulo e Pará, foram monitoradas pela polícia em mais de 200 grupos de relacionamento por aplicativo. Segundo o diretor de Investigações do Denarc, delegado Mario Souza,  as pessoas negociavam livremente armas e drogas, sem imaginar que estavam sendo monitoradas pela Polícia Civil. Durante o período de investigação, outras 36 armas de fogo envolvidas em negociações virtuais foram apreendidas e 41 pessoas foram presas, totalizando 49 presos até agora. “A Operação Blindado é a maior operação e a mais profunda investigação sobre o tráfico de drogas e armas por meio de aplicativos e redes sociais”, salientou Souza.

De acordo com o delegado Guilherme Calderipe, as investigações apontaram que o esquema de comércio de drogas e armas também tinha a participação de um apenado da Penitenciária Estadual Modulada de Montenegro. Essa foi a 11ª etapa de operacionalização dos trabalhos referente à Operação Blindado e sobre as investigações nessa modalidade de comércio ilegal de armas e drogas.

 

POR MICHEL FONTANA E JORGE FELIPE/ IMPRENSA POLÍCIA CIVIL

Fechar
%d blogueiros gostam disto: