Clique aqui para acessar

Professores estaduais decidem em assembléia permanecer em greve

 

Foto:Fotos Públicas

Os professores estaduais decidiram permanecer com a greve em assembléia realizada nesta manhã de sexta-feira, 29 de setembro, em Porto Alegre. Um dos motivos é o parcelamento de salários.

Ontem, quinta-feira, o Palácio Piratini apresentou o novo calendário de pagamentos, no qual ficou definido o depósito integral para quem ganha até R$ 1.750 líquidos. A proposta foi considerada “insuficiente” pela categoria.

De acordo com o Sindicato dos Professores (Cpers), cerca de 7,2 mil pessoas participam da assembléia no ginásio Gigantinho.

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: