Clique aqui para acessar

Relatório da PF aponta que Temer recebeu R$ 31,5 milhões em organização criminosa

 

Foto: Evaristo Sa / AFP / CP

O relatório conclusivo da Polícia Federal sobre o quadrilhão do PMDB da Câmara indicou que o presidente Michel Temer recebeu R$ 31,5 milhões de vantagens por participar da organização criminosa formada por políticos, que atuou na Petrobras e na administração federal. O relatório era aguardado pelo procurador Rodrigo Janot para finalizar a segunda denúncia contra o presidente Temer.

A PF considerou que os peemedebistas investigados possuem poder sobre os demais membros do grupo e capacidade de repartir o dinheiro obtido através de práticas ilícitas. As investigações apontaram que os integrantes da cúpula do PMDB participavam de uma organização criminosa, que mantinha uma estrutura com o objetivo de obter, direta e indiretamente, vantagens indevidas em órgãos da administração pública.

Fonte: Correio do Povo

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: